Presidente Uganda Yoweri Musevini
Presidente Uganda Yoweri Musevini (Foto: Reprodução)

Conhecido pelos suas declarações polêmicas contra os homossexuais, o presidente de Uganda Yoweri Museveni, de 73 anos, afirmou que pretende proibir o sexo oral no país durante um discurso, no qual anunciou a campanha de criminalização de práticas sexuais “condenáveis”.

“Permitam-me lançar um alerta público sobre práticas erradas das quais algumas pessoas participam e que são promovidas por alguns estrangeiros. Uma delas é o que chamam sexo oral”, afirmou.

Leia Mais: 


Em cena inédita, gays de O Outro Lado do Paraíso se encontram em jantar

Escolas estaduais do MS passam a adotar nome social para alunos transgêneros

Ele ainda completou: “A boca é para comer, não para o sexo. Nós sabemos qual é o endereço do sexo, sabemos aonde é que devemos ir.”

Vale lembrar que Museveni chegou a aprovar, em 2014, uma lei que punia até com prisão perpétua a prática consensual da homossexualidade.

DEIXE UMA RESPOSTA