Cirurgia
Cirurgia (Foto: Reprodução/Internet)

Uma equipe de médicos da Universidade de Hopkins, em Baltimore, conseguiu um feito inédito na medicina, o de realizar com sucesso uma cirurgia de transplante de pênis e escroto.

O procedimento aconteceu em março e durou cerca de 14 horas com a participação de 11 cirurgiões que se revezaram para completar o implante do órgão de um homem morto que o doou para um jovem veterano do Exército, dos EUA, que perdeu as genitálias durante um combate.

VEJA TAMBÉM:


Duo She & Him lança músicas de projeto em prol da comunidade LGBT; Ouça

Casal gay é encontrado morto dentro de casa na periferia de Salvador

Em comunicado, o chefe do quadro WP Andrew Lee se mostrou otimista com o resultado final. “Estamos esperançosos de que este transplante ajudará a restaurar funções urinárias e sexuais quase normais para este jovem”, disse.

Outro cirurgião que participou da intervenção também comentou sobre o fato. “Nós realmente substituímos por um semelhante”, disse o cirurgião Richard Redett à  Sky News. “Nós olhamos para o defeito que nosso paciente teve e adquiriu exatamente o mesmo enxerto de nosso doador”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA