Sauna gay
Sauna gay (Foto: Reprodução/Internet)

Um rapaz heterossexual, identificado apenas como GB, entrou com um processo contra uma academia de Nova York após flagrar três homens se masturbando na sua frente dentro da sauna do estabelecimento.

Em entrevista ao The New York Post, o homem contou que percebeu o acontecido no momento que tentava relaxar no local. “O vapor se dissipa. Olho para o outro lado. Este cavalheiro, sentado bem perto, sua toalha está aberta, suas pernas estão abertas e ele está olhando diretamente pra mim”, lembrou ele que logo percebeu que os outros dois presentes também faziam o mesmo.

Leia Mais:


Casais gays têm relações mais duradouras que héteros e até lésbicas, aponta pesquisa

Cresce número de infectados com Sífilis no mundo, alerta OMS

Após sair da sauna, GB se dirigiu a recepção para reclamar da cena que havia visto. Porém,
segundo ele, ninguém fez nada. No processo, ele ressaltou descobrir que a academia sabia que atos como estes aconteciam no local. “há 10 anos que atos errôneos semelhantes ocorriam em seus chuveiros”, relatou.

Em gravação que a reportagem teve acesso, o gerente afirmou que aquela unidade da Equinox, como é chamada a academia, não é a única a ter acontecimentos como este, considerado “um problema que todas as academias de Nova York têm”, declarou.