Grindr
Grindr [Foto: Divulgação]

Um jovem de 20 anos foi preso em Minesota, nos Estados Unidos, sob acusações de manter relações virtuais e presenciais com um adolescente de 14 anos, através do aplicativo de pegação e encontros gay Grindr.

Efram Ciavarelli afirmou em depoimento à polícia que a vítima havia lhe dito que tinha 16 anos, idade com a qual o envolvimento consentido não é considerado crime pela justiça do país norte-americano.

VEJA TAMBÉM:


Pastor é preso após acusações de abuso sexual de menores nos EUA

Pai pede para namorada transar com filho autista por achar que ele é gay

O homem foi denunciado por dois conhecidos do garoto que flagraram o carro de Ciavarelli na frente da casa do menor, inicialmente acreditando se tratar de um assaltante. Ao invadirem o local com uma faca, encontraram o rapaz nu no quarto do garoto.

No momento do flagra, o adolescente encontrava-se sozinho em casa. Os conhecidos impediram o ato e chamaram a polícia. Ciavarelli foi fichado e vai responder pelo crime de “conduta sexual e solicitação de contato através de meios de comunicação com criança”

DEIXE UMA RESPOSTA