Gibi italiano conta história da vereadora assassinada Marielle Franco
Gibi italiano conta história da vereadora assassinada Marielle Franco (Foto: Reprodução)

A trajetória da vereadora do PSOL Marielle Franco, assassinada a tiros há um mês no Rio de Janeiro, vítima de um atentado que atingiu também o motorista Anderson Gomes, ganhou uma versão em quadrinhos das mãos de artistas italianos. O gibi foi publicado pelo jornal italiano II Manifesto, vendido junto com a publicação com tiragem em todo o país.

Assinado por Assia Petricelli e Sergio Riccardi, a revista traz frases que traduzem a história de Marielle, como revela um trecho do texto: “Eu sou cria da Maré. Sou mulher negra. Sou anticapitalista. Sou militante política. Sou mãe.”

LEIA MAIS:


“Na minha época não tinha essa palhaçada”, dispara Carlos Vereza sobre lobby gay

Estudante de medicina da UFRJ denuncia homofobia de professores e colegas

“Nos apaixonamos por sua história e nos comovemos com a sua morte. Temos esperança na multidão que foi às ruas do Brasil clamar por justiça e verdade. Nosso meio de nos colocar à serviço desta história é com a nossa arte”, explicou os autores em editorial publicado que chegaram a mostrar a obra em um post no Instagram.