O governador de São Paulo Geraldo Alckmin
O governador de São Paulo Geraldo Alckmin (Foto: Divulgação)

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin vetou nesta semana, o Projeto de Lei nº 1100/2017 que propunha punição a torcedores e clubes que reproduzissem atos de homofobia dentro dos estádios durante jogos de futebol.

O parlamentar explicou que o motivo pelo qual decidiu barrar o texto foi que o artigo 243-G, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva proíbe quaisquer atos discriminatórios como racismo entre outros. Mesmo sem citar o preconceito contra LGBTs ele acredita que o mesmo contempla o tema.

Leia Mais:


Jovem agredido em Araras (SP) diz ter sido vítima de homofobia

Atriz que interpretou Jesus como trans em peça desabafa sobre polêmica: “Massacre às artes”

De autoria do Deputado Estadual Edmir Cheined (DEM-SP), o PL visava proibir de maneira mais específica episódios de racismo e homofobia sofrida por torcedores e jogadores nos estádios de São Paulo, através de penalidades.