Parada do Orgulho LGBT em Portugal
Parada do Orgulho LGBT em Portugal (Foto: Reprodução/Pixabay)

A cidade de Bragança, em Portugal, vai receber no próximo dia 19 de maio, a primeira Marcha do Orgulho Gay do distrito transmontado, com o objetivo de evitar o medo do tema  e desmistificar a fama do local, considerado conservador.

A representante do movimento LGBT Sara Canteiro espera que o evento conscientize as pessoas para falar mais sobre o assunto “Quando se fala de Bragança fala-se que é uma aldeia grande, mas não, Bragança é uma cidade e assim como o politécnico que cresceu imenso, assim também a cidade vai crescer e eu acho que, apesar de termos uma mentalidade mais fechada, é porque também não se trabalha tanto aqui essas questões, é preciso trabalhar isso”, afirmou em entrevista ao Jornal de Notícias.

A ativista também ressaltou que apesar de ser pequena há uma parcela de representantes da diversidade e também que significa que não seja preciso abrir a mentalidade dos cidadãos. “Nós temos, por exemplo o IPB que traz muitos alunos, inclusive alunos de fora, muitos desses alunos também são da comunidade LGBT e também é uma forma de que eles se sintam protegidos vindo para uma cidade que sabem que respeita a comunidade”, indicou.


LEIA MAIS:

15º Seminário LGBT no Congresso Nacional discute a diversidade na terceira idade

Homofobia pode indicar atração pelo mesmo sexo, revela pesquisa

Apesar do discurso progressista, Canteiro reconhece que Bragança ainda é muito fechada até mesmo entre os jovens. A proposta conta com o apoio do bloco de Esquerda de Bragança e terá a iniciativa em um voto de congratulação, na próxima sessão da Assembleia Municipal, na sexta-feira (27), pelo deputado estadual António Anes.

Apesar da iniciativa, o parlamentar espera ver a reação política dos grupos partidários restantes mas não espera uma boa aceitação dos demais políticos. “Bragança ainda não está aberta a este tipo de movimento, mas com o tempo tudo se vai mudando e é preciso dar apoio a essas pessoas”, reconheceu.