A modelo e atriz Cara Delevingne
A modelo e atriz Cara Delevingne (Foto: Reprodução/Instagram)

A edição deste ano do festival californiano Coachella teve a ausência da atriz e modelo Cara Delevingne que faltou ao evento como forma de protesto por acreditar que o organizador Philip Anschutz tem posição considerada homofóbica e a favor das armas, o que segundo ela, seria contra o espírito do festival que prega uma ideologia de paz e amor.

Em seu perfil no Instagram, através de uma série de stories, a famosa explicou os seus motivos. “Algumas pessoas estão comentando o fato de eu ter postado sobre minha raiva contra o dono do Coachella e depois sobre a Beyoncé. Minha hashtag era #Nochella. Eu ainda me recuso a ir a um festival cujo dono é anti-LGBT e pró-armas”, escreveu.

LEIA MAIS:


Namorando a DJ Cacá Werneck, Monique Evans dá declaração controversa:”Não gosto de mulher”

Ator de Pantera Negra pede desculpas por ter feito pornô gay

“Eu posso expor aquele homem e o festival e mostrar meu apreço por uma artista ao mesmo tempo. Só porque eu amo a Beyoncé não significa que eu agora amo o Coachella”, continuou.

Delevingne então finalizou: “Eu ainda não iria. E eu não vou deixar nada ficar entre minha demonstração de amor ou ódio por qualquer coisa. Não deixe ninguém ficar entre você e a sua verdade.”