bandeira lgbt
Bandeira LGBT (FOTO: Reprodução/Internet)

Catorze vereadores de Manaus votaram contra o requerimento que solicitava a realização de uma audiência pública sobre as perspectivas sociojurídicas da LGBTfobia, que aconteceria no plenário da Câmara Municipal no dia 17 de maio, dia internacional do combate à LGBTfobia. A decisão aconteceu nesta terça-feira (24).

A proposta foi feita pela parlamentar Joana D’Arc (PR), que solicitou que a matéria fosse analisada pela Comissão de Direitos Humanos Povos Indígenas e Minorias (COMDIHPIM), mas a pauta foi derrubada pela bancada conservadora, que direcionou a questão para o lado religioso.

LEIA MAIS:


Homofobia? Segurança pede para jovem se retirar de bar em Vitória por estar de shorts curto

Homofobia? Segurança pede para jovem se retirar de bar em Vitória por estar de shorts curto

Apesar dos nomes favoráveis argumentarem que a proposta queria apenas discutir problemas e perspectivas legais do segmento e não tem como intuito afrontar ninguém e que impedir uma pauta como esta era uma afronta à democracia, a decisão não foi revogada e a comunidade LGBT teve mais essa derrota.

DEIXE UMA RESPOSTA