A drag queen Conchita Wurst
A drag queen Conchita Wurst (Foto: Reprodução/Getty Images)

A drag queen austríaca Conchita Wurst, famosa por vencer o Eurovision, fez uma surpreendente revelação em seu perfil no Instagram, neste domingo (15), ao declarar que vive com o vírus HIV. A decisão de tornar pública a condição veio após receber inúmeras ameaças do seu namorado de expor toda a verdade.

“Sou soropositiva há muitos anos. Isso é irrelevante para o público, mas um ex-namorado me chantageou dizendo que iria a público contar para as pessoas”, escreveu ela no post.  “Não vou dar a ninguém o direito de me amedrontar, influenciar minha vida e meu futuro!”, continuou.

A cantora ainda ressaltou que os índices do vírus no sangue estão abaixo do limite, por conta do tratamento com antirretrovirais, o que significa que ela está em modo indetectável, e não pode transmitir o vírus para outros parceiros, mesmo que transe sem proteção.


LEIA MAIS:

Pabllo Vittar revela desejo de engravidar se fosse cis: “Maior dádiva que a mulher pode ter”

Veja o beijo entre o casal Hugo Bonemer e Conrado Helt durante peça

Sobre o motivo pelo qual não havia contado sobre a doença até o momento, Conchita explicou: “Até agora, eu não queria ir a público com esta informação por uma série de razões, apenas duas das quais eu vou mencionar: em primeiro lugar a minha família, que sabe tudo e tem me apoiado desde o primeiro dia.”

Apesar da decisão ter sido tomada de maneira conturbada, ela se sente aliviada por poder finalmente declarar a condição. “Se assumir é a melhor coisa. Espero inspirar e dar coragem a muitos que passam por isso, ajudar a quebrar o estigma e preconceito que ainda afeta quem tem HIV”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA