Nazaré Tedesco
Nazaré Tedesco [Foto: Divulgação/TV Globo]

Após anunciar o retorno de Nazaré Tedesco como uma personagem transgênero em sua próxima novela na Globo, “O Sétimo Guardião”, o autor Aguinaldo Silva voltou atrás na ideia e não ressuscitará a icônica vilã de “Senhora do Destino” (2003).

Em entrevista à jornalista Christina Padiglione, do jornal Folha de S.Paulo, o novelista revelou que tomou a decisão, a pedido da atriz Renata Sorrah que voltaria a interpretar o papel no folhetim. “A Renata me falou uma frase que me calou. Ela disse: ‘Aguinaldo, deixa a Nazaré quietinha lá no canto dela’, e eu acho que ela tem razão”, contou.

Porém, a iniciativa de trazer a veterana na pele de uma mulher trans continua de pé. A informação, no entanto, recebeu inúmeras críticas dos ativistas desde que foi revelada, na semana passada à coluna de Ancelmo Gois do O Globo, por ser recrutada uma cisgênero para representar uma pessoa trans.


“Eu não tenho nenhum problema em ter um transexual de verdade no papel de um transexual, desde que seja melhor que a Renata Sorrah, o que é bem difícil, vamos admitir”, brincou ele.

LEIA MAIS:

Ex-Banda Uó Mateus Carrilho revela não ser mais gay: “Mais que uma coisa só”

Tiago Abravanel interpreta Elton John no Faustão; Caracterização repercute nas redes sociais

Silva ainda ironizou: “E para quem servem os atores, então, se não é para dar vida a todo tipo de personagem? Agora, imagine se para viver um bandido a gente tiver que chamar um psicopata de verdade?”.

O “Sétimo Guardião” tem previsão de estreia para novembro em substituição à novela “Segundo Sol”, que por sua vez entra no ar no próximo dia 14, no lugar da atual “O Outro Lado do Paraíso”. O folhetim de Aguinaldo Silva está em processo de pré-produção e escalação do elenco.

DEIXE UMA RESPOSTA