Cena de Uma Mulher Fantástica
Daniela Vega em cena de Uma Mulher Fantástica (Foto: Divulgação)

Diante das discussões sobre representatividade, o drama chileno Uma Mulher Fantástica consagrou-se em um feito inédito na cerimônia do Oscar, realizada neste domingo (04), ao ser o primeiro filme protagonizado por uma pessoa transgênero a ganhar o prêmio de Melhor Filme Estrangeiro.

Interpretado pela atriz trans Daniela Vega, de 28 anos, que também foi uma das apresentadoras da noite, o longa retrata a história de Marina, uma jovem que passa por inúmeras barreiras após a morte do seu amante, o empresário Orlando, e ainda momentos pontuais de transfobia vividos pela sociedade chilena.

Leia Mais: Drama gay Me Chame Pelo seu Nome tem exibição censurada na Tunísia


Outras produções que abordavam a transgeneralidade já levaram a melhor na maior premiação do cinema, como Traidos Pelo Desejo (1992), Meninos Não Choram (1998) e A Garota Dinamarquesa (2015), porém todos personagens trans nestas produções foram estrelados por atores cisgêneros.