O ator Ricardo Tozzi
O ator Ricardo Tozzi (Foto: João Miguel Júnior/TV Globo)

O ator Ricardo Tozzi será o vilão Xavier Vidal, coronel poderoso dono de um cafezal na nova novela das 18h “Orgulho e Paixão”, que se passa no Brasil, do início do século XX. Durante entrevista coletiva promovida pela Globo para divulgar a trama, ele afirmou que apesar de extintos das grandes metrópoles, ainda são grandes figuras muito presentes em cidades do interior.

O galã lembrou um episódio que aconteceu há três anos e o deixou muito indignado. “Estive no interior de um estado que não vou dizer qual é, um pouco distante daqui (Rio), fazendo um trabalho. Era um desfile no meio de uma loja. O proprietário me buscou no aeroporto, um cara com um carrão… no interior, interior, interior lá pra cima do norte. Então ele me disse: ‘Aqui não tem problema nenhum’. Eu falei: ‘Não?’. Ele respondeu: ‘Não. Aqui a gente resolve tudo… A gente faz, isso, isso, isso e mata doentinho’”, contou o global.

Leia Mais: Henri Castelli exibe mala pesada na sunga em foto molhadinho nas redes sociais


Sem saber o que significaria a expressão “mata doentinho”, Tozzi ficou surpreso ao descobrir o que ela significava “Os viadinhos. Nasceu viadinho a gente mata”, disse o coronel a ele. As informações são do site Na Telinha.

“A vontade era de eu parar o carro e pedir pra sumir dali. Gente… Era um coronel. O cara nasceu gay morre. Então quando eu falo que o Brasil é muito grande e tem muita diversidade cultural, social… Tem muito coronel por ai. O cara disse que nasceu viadinho mata. Cadê a liberdade da existência do ser humano?“, questionou o ator visivelmente indignado.

DEIXE UMA RESPOSTA