Símbolo da luta contra o HIV/Aids
Símbolo da luta contra o HIV/Aids [Foto: Reprodução/Internet]

Os portadores do vírus HIV da Itália passarão a ser aptos a entrar no número de pessoas que podem doar órgãos. A informação foi anunciada pela Central Nacional de Transplantes. Atualmente 42 hospitais do país realizam os procedimentos.

O diretor do Centro Alessandro Nanni Costa afirmou que a medida é de suma importância “porque tira um fator de discriminação de quem está sujeito ao HIV”. Ele ainda garante que os transplantes acontecerão com a total segurança pelos profissionais de saúde.

Leia Mais: Drag queen RuPaul recebe estrela na Calçada da Fama: “Sonhava com ela”


“O doador deve responder a certas condições. Deve ser uma pessoa cujas condições estejam em observação e que não porte agentes de risco adicionais”, ressaltou.

Atualmente apenas pessoas soronegativas tem a aprovação para doar os órgãos, após a sua morte. Vale salientar, que o número de cirurgias cresceu cerca de 20% no último ano.