Mãe é impedida de doar órgãos do filho por ele ser gay em vida
Corey Eteveneaux morreu em um acidente de carro. Órgãos não podem ser doados (Foto: Reprodução/Instagram)

A mãe de um jovem neozelandês começou a viver um verdadeiro drama, após ter os órgãos do filho, morto após complicações de um acidente de carro, negados para doação por ele viver práticas homossexuais, quando em vida.

Corey Eteveneaux morreu após passar quatro dias depois do ocorrido no Hospital, e após o óbito, a família decidiu doar as córneas e as válvulas cardíacas do rapaz, mas ao entrar em contato com a Doação de Órgãos da Nova Zelândia, Cherie Etevenaux, mãe do rapaz, foi informada que os membros não poderiam ser repassados a quem precisa.

“Fui informada que não podiam aceitar as válvulas cardíacas de Corey ou córneas por causa de seu estilo de vida. Eles não aceitaram porque meu filho era homossexual”, afirmou.


Leia Mais: Miss Mato Grosso Gay 2017 é encontrada morta em casa

Ainda em seu desabafo, Cherie lamentou não poder ajudar o próximo. “Corey era um jovem apto e saudável. Isso simplesmente não faz sentido! Há pessoas que estão sofrendo por aí e poderíamos ter ajudado”, disse. “Eu sei que ele teria amado ter ajudado alguém”, completou.

Corey namorava com Daniel Jacobs há quase dois anos, e, de acordo com Cherie, ambos haviam passado recentemente por testes de HIV, que deram negativo. “Infelizmente, uma família pobre perdeu”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA