Líder do Uzbbequistão Rahmatulloh Saifutdinov
Líder do Uzbbequistão Rahmatulloh Saifutdinov (Foto: Reprodução/Youtube)

O iman Rahmatulloh Saifutdinov, um dos líderes do Uzbequistão conhecido pelo seu posicionamento contra a comunidade LGBT fez uma declaração polêmica durante um discurso no último dia 02 de março, na qual afirmou que bebês nascem gays porque um dos parceiros pensam em outras pessoas que não sejam o seu parceiro durante o sexo.

De acordo com ele, o motivo de ter muitos homossexuais na sociedade atual e pelo fato de especialmente mulheres do Oriente Médio irem para cama com os seus companheiros pensando em galãs turcos de novelas, no qual tem fantasias sexuais. “Há muito incentivo às mulheres casadas nos dias de hoje! É praticamente um relacionamento com três pessoas”, exclamou ele.

Leia Mais: Príncipe William promete apoio à luta pelos direitos LGBTs em evento


Saifutdinov garante que a mesma ideia também se aplica aos homens “Há muito incentivo às mulheres casadas nos dias de hoje! É praticamente um relacionamento com três pessoas”, explicou.

O Uzbequistão é um dos países onde a homossexualidade é considerada crime, com a possibilidade de serem condenados a penas que podem ir de torturas através pena de morte. Com informações do site Põe Na Roda.