A cantora BEL
A cantora BEL no clipe de "Esse Calor"

O poder feminino e a representatividade lésbica são temas que têm de sobra no novo clipe da cantora BEL, um dos grandes destaques da cena independente do último ano. Intitulada “Esse calor”, a produção traz 22 mulheres homossexuais se refrescando com muita água para mostrar que é possível usar o calor a favor de uma causa.

Dirigido pela própria cantora, o vídeo teve três locações diferentes no Rio de Janeiro (Praça Luis Camões, pedreira no Engenho da Rainha e também na festa Velcro, em edição na boate LaPaz, localizada no Centro e também vem com uma coreografia reproduzida pelas participantes da produção, criada por Luna Leal.

“Nesse vídeo, quis escancarar! Pensei no que a letra me dizia na época que compus (2012, faz tempo!) e no que ela me diz agora. Sentir o calor do meu corpo e de fora dele, sentir os desejos, os arrepios, sentir a cidade, pegar tudo isso e fazer um caldo biotônico poderoso suculento que me empodera, tipo o espinafre do Popeye”, contou ela ao jornal A Tribuna.


Leia Mais: Relatório revela crescimento em mortes de lésbicas no Brasil

O novo trabalho faz Bel trazer uma reflexão sobre a visibilidade lésbica e se auto-afirmar. “Celebrar o fato de que sei o que me faz feliz, celebrar a luta – por que não? Gritar: ‘sou sapatão e sou feliz!’, é gostoso demais! É uma parte muito boa disso tudo e é do que eu quero falar agora”, explicou.

Bel ainda comemorou o resultado do clipe como positivo. “A gente fez um processo lindo de trabalho de corpo, de criação. Foi emocionante demais! Sempre quis fazer um clipe com dança, mas nunca imaginei que fosse fazer um com coreografia feita e executada por 22 sapatonas. Além dessas manas, ainda tem toda uma equipe maravilhosa que se juntou a essa ideia maluca e fez acontecer esse clipe. Sou muito grata a todo esse grupo”, finalizou.