Tubarão Branco
Tubarão Branco (Foto: Reprodução/Internet)

As praias de La Perouse, localizadas em New South Wales, na Austrália e conhecidas como um point para a comunidade LGBT, sobretudo gays, tiveram o seu acesso fechado após o ataque de um tubarão branco a banhistas no final de semana. A medida foi tomada 24 horas depois do ocorrido.

Ums mulher de 55 anos estava na lista entre as vítimas e afirmou ter sido mordida enquanto nadava no oceano a uma distância de 20 metros da costa de Little Congwong, sofrendo graves ferimentos na perna que culminaram em uma cirurgia.

À imprensa local, a prefeita da cidade Lindsay Shurey afirmou que a vítima “é muito sortuda por não ter perdido (amputado) a perna… e, também, por ter sobrevivido.” Este é o primeiro registro de ataque de tubarão após 25 anos.


Leia Mais: 

Primeira mulher lésbica a casar na Austrália morre 48 dias após união

Anderson Tomazini revela receber cantadas de homens após exposição em novela

Little Congwong Beach é conhecida pela alta frequência de gays. Apesar de não-oficial, o local também é escolhido por aqueles que são adeptos do naturismo e nudismo que aproveitam a sua área afastada e escondida pelas árvores para tomar banho de sol pelados.

Após as investigações, o local foi reaberto ainda no fim de semana, porém os banhistas foram aconselhados a evitar as proximidades onde aconteceu o ataque de tubarão. As autoridades locais estudam instalar redes de tubarões para evitar novos acidentes.