Uma Mulher Fantástica no Oscar
Uma Mulher Fantástica no Oscar (Foto: Kevork Djansezian/Getty Images)

A conquista de “Uma Mulher Fantástica” ao levar o Oscar de “Melhor Filme Estrangeiro”, no domingo (04) e coroar pela primeira vez, um filme estrelado por uma atriz transgênero na premiação, serviu para que o governo do Chile tivesse maior atenção às questões dos direitos trans.

A presidente Michele Bachelet afirmou na última terça-feira (06), em seu perfil no Twitter, que o Projeto de Lei que pretende trazer reconhecimento jurídico para pessoas trans é de suma urgência para ser votado.

Leia Mais: Thammy Miranda manda recado para quem lhe desejou”Feliz Dia das Mulheres”


“É uma honra receber em La Moneda, a casa de todos, a equipe de Uma Mulher Fantástica. Como outras grandes expressões de nossa arte, este filme tem impulsionado conversas sobre avanços sociais que o Chile demana”, disse na rede social.

O PL visa criar uma legislação que torne o processo de mudança de gênero nos registros e documentos oficiais de maneira mais fácil para o indivíduo que não se identifica com a sua identidade designada ao nascer. A proposta entrou no Congresso em 2013, e foi aprovada na Câmara dos Deputados em Janeiro, e deve ter a atenção do Senado.

DEIXE UMA RESPOSTA