Aguinaldo Silva
Aguinaldo Silva (Foto: Divulgação/TV Globo)

O autor Aguinaldo Silva voltou a falar sobre o personagem transexual que fará parte da sua próxima novela “O Sétimo Guardião”, com estreia prevista para 2019. Em seu perfil no Twitter, ele contou que apesar de abordar uma pessoa que tem a identidade de gênero diferente da qual foi designado ao nascer, não sentirá necessidade de trocar o nome de batismo.

Na minha próxima novela tem um transexual que reivindica o direito de trocar fisicamente de sexo sem ter que abdicar oficialmente do seu nome… Que é nome de homem”, escreveu o novelista. “Sinceramente? Acho que estar na vanguarda é isso”, completou.

Leia Mais: Elton John explica abandono de show após desentendimento com fã


Em outro post, Aguinaldo ainda explicou a abordagem que o papel terá na trama. Se todos os direitos são iguais, por que um homem não pode ser chamado de Elizabeth Maria e uma mulher não pode ser chamada de João Luís? Porque que cada gênero só pode adotar certos nomes?”, disse.

As mensagens foram interpretadas por alguns internautas como uma provocação à autora Gloria Perez e à novela A Força do Querer, que no ano passado mostrou o drama de Ivana, jovem interpretada por Carol Duarte, que em determinado momento se revela transgênero e decide mudar de nome para Ivan.