A atriz Lea Michele e o seu melhor amigo gay Brad Goreski
A atriz Lea Michele e o seu melhor amigo gay Brad Goreski [Foto: Divulgação]

Uma pesquisa publicada pelo jornal US Journal Psychological Science constatou a teoria que as mulheres têm uma tendência a ter gays como melhores amigos. Através de testes de linguagem corporal, mostraram que pessoas do sexo feminino e heterossexuais cisgêneros se sentem mais à vontade com homossexuais.

O co-autor do estudo, Eric M. Russel afirmou à publicação que as mulheres não sentem a pressão sexual quando estão com gays. “Muitos homens heterossexuais enxergam mulheres como pedaços de carne e se desinteressam quando elas demonstram que querem somente amizade. Entretanto, quando essas mulheres se aproximam de homens gays, os níveis de ansiedade e tensão são reduzidos, sem a pressão que elas sentem pra corresponder ou deixar claro para o cara que não quer nada”, explicou.

Leia Mais: Maioria dos gays prefere ser ativo na cama, revela pesquisa


Russel acredita que isso acontece por ambos fazerem parte de minorias, e por isso, se apoiam mutuamente. “Homens gays e mulheres se sentem seguros juntos e isso vale para ambos. Podem se divertir, serem eles mesmos, fazerem piadas e até brincadeiras e conversas íntimas sem o medo do julgamento, criação de expectativa, compromisso de corresponder ou mesmo qualquer interesse sexual”, completou.