Pabllo Vittar no clipe Então Vai
Pabllo Vittar [Foto: Reprodução/Instagram]

Nome mais cogitado pelos produtores para apresentar a versão brasileira do reality show, a drag queen Pabllo Vittar afirmou que nunca aceitaria o convite para comandar o RuPaul’s Drag Race.

“Nunca apresentaria. Acho que a RuPaul tem que vir apresentar. RuPaul sem RuPaul não é RuPaul. Então eu nunca apresentaria. Nunca pegaria essa responsabilidade para mim. Tinha que colocar alguém que fosse melhor que RuPaul, e isso não existe”, declarou a cantora em entrevista à revista Época.

Sobre o fato de ultrapassar a MamaRu, considerada a maior drag do mundo, nas redes sociais, Pabllo acredita que isso acontece por causa dos públicos que estão na internet. “São números. Não dá para comparar números. Nasci numa geração de streaming, de memes, Twitter, Instagram, Facebook, Orkut. Ela é um ícone. Vamos ver o tanto de coisa que ela já fez, o tanto de coisa que já representou.”


Leia Mais:

DJ Feeling dança pelado em frente ao espelho e atiça seguidores; assista

Pabllo Vittar rebate acusações de antipatia em restaurante feitas por jornalista

Recentemente, a performer chamou a atenção por contracenar com dois artistas héteros em cenas quentes, primeiro com Lucas Lucco, no clipe Paraíso e o produtor Diplo em “Então Vai” no qual trocou beijos ardentes, ela acredita que deveria haver mais heterossexuais como ele.

“Quando gravei o clipe com Lucas, estava muito receoso. O enxergava como um cantor de sertanejo, do nicho hétero. Mas ele me respeitou muito. E o Diplo é um querido, que eu amo muito. Nós temos uma sintonia, que é de outro mundo. Arrasamos naquele beijão”, finalizou.