Jovem Ethan Stable acusado de planejar atentado em Parada LGBT na Inglaterra
Jovem Ethan Stable acusado de planejar atentado em Parada LGBT na Inglaterra (Foto: Reprodução/Internet)

Acusado de ameaçar e tentar organizar um ataque contra pessoas LGBTs durante a Parada do Orgulho de Barrow, em Cumbria, no Reino Unido, em 2017, Ethan Stables, afirmou que a motivação para cometer o crime seria para impressionar amigos e confessou ter atração por pessoas do mesmo sexo, na audiência do julgamento do seu caso.

De acordo com informações do site Pink News, o rapaz, de 20 anos, juntou alguns facões utilizados por agricultores, facas, um machado, um rifle e munição para atacar o bar New Empire, em Cumbria, no norte da Inglaterra, de acordo com a promotoria.

A acusação relatou ainda que Stables teria anunciado em um grupo no Facebook com ideais Nazistas, que pretendia promover um ataque contra os participantes do desfile pela diversidade da cidade britânica. O plano, felizmente, foi desfeito pela polícia local, que recebeu a denúncia de uma mulher de Staffordshire, que chegou a publicar um alerta no Twitter. Sendo preso por volta das 22h – horário local – próximo ao bar, na noite da Parada, no dia 23 de junho de 2017.


Leia Mais:

Canadá aprova mudança no hino para contemplar todos os gêneros

Casamento gay se torna tema da corrida presidencial da Costa Rica

No tribunal, o suspeito negou que estivesse planejando um atentado terrorista e tentativa assassinato, e também desmentiu as acusações de que seja homofóbico afirmando que “na realidade, eu sou bissexual”, disse alegando ainda já ter mantido relações homossexuais.

“O propósito dele era preparar um ataque homicida direcionado aos membros daquela comunidade (LGBT), especialmente pessoas homossexuais”, disse Sandiford. A defesa concordou com a análise da acusação e justificou as atitudes do seu cliente, por ser portador da síndrome de Asperge. O jugalmento terá continuidade nos próximos dias.

DEIXE UMA RESPOSTA