Mahmoud no BBB 18
Mahmoud no BBB 18 (Foto: Reprodução/TV Globo)

O cotidiano dos aplicativos de pegação gay pode nos parecer algo tão comum e rotineiro, mas existem heterossexuais que não fazem ideia de como essas ferramentas funcionam, é o que ficou claro em uma conversa nesta quinta-feira no BBB 18.

Na área externa da casa, o sexólogo Mahmoud comentou as diferenças entre os apps destinados ao público LGBT e explicou como um deles funciona. “Nos aplicativos gays têm o corpinho. Às vezes o cara não quer mostrar o rosto dele”, disse ele a outros confinados.

Leia Mais: Kaysar abaixa sunga e brinca de fazer “vagininha” durante banho no BBB 18


Paula, Breno, Ana Clara e Gleici pareceram estranhar a forma como os gays se relacionam nestes programas, mas o rondonense comentou como faz para conseguir que o pretendente mostre o rosto. “Aí você fica barganhando com o cara: ‘mostra o seu rosto. Como vou conversar com você?”, contou.