Carnaval de Salvador
Carnaval de Salvador (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Salvador divulgou o resultado parcial da ação que a Secretaria Municipal de Saúde organizou para detectar Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s) durante o carnaval. Nos primeiros dois dias, os testes rápidos oferecidos entre os circuitos Dodô e Osmar acusaram 19 diagnósticos para HIV.

Outros 105 foliões receberam o diagnóstico de sífilis, seis com hepatite B e oito com o tipo C da doença. No total 3.208 foram feitos testes rápidos no sábado (10) e domingo de carnaval (11). De acordo com a Secretaria de Comunicação soteropolitana, a maioria dos portadores diagnosticados correspondem a homens.

Leia Mais: Daniela Mercury discursa a favor da comunidade LGBT em bloco do carnaval de Salvador


“É importante destacar que eles são os que mais realizaram exames: 33,3% a mais do que as mulheres”, diz em comunicado que ainda afirmou que as pessoas que receberam o resultado positivo para sífilis iniciaram o tratamento ainda no atendimento. As outras doenças, os indivíduos são encaminhados para unidades de referência em outros pontos da cidade.

Além dos postos de saúde com os testes rápidos, a prefeitura também distribuiu 2 milhões de camisinhas e pílulas do dia seguinte para as pessoas que foram brincar o carnaval na capital baiana.