Vídeo de Artur Monterisi anunciando transição de gênero à família viralizou nas redes sociais
Vídeo de Artur Monterisi anunciando transição de gênero à família viralizou nas redes sociais [Foto: Reprodução/Facebook]

O estudante de administração Artur Monterisi achou que iria surpreender a sua família ao revelar em plena ceia de natal sobre o início da sua transição de gênero. Porém para a sua surpresa, os seus parentes vibraram e comemoraram a notícia, fazendo com que ele compartilhasse o vídeo do momento em suas redes sociais, e o registro vem viralizando entre os internautas.

Com mais 340 mil visualizações e 5 mil compartilhamentos, o post mostra o universitário na sala com todos os parentes todos reunidos para ouvir o seu anúncio. “A partir de agora vocês não têm uma sobrinha, uma neta e uma filha. Vocês têm um sobrinho, um neto e um filho”, diz ele no vídeo

Ao contar a novidade, todos passam a ter uma reação positiva e uma tia chega a gritar “nasceu”, outra sauda com um “seja bem-vindo”, além de questionarem qual o nome que passaria a adotar a partir da redesignação que antes de todos foi apoiada pela mãe.


Leia Mais:

Índia pede revisão de lei para descriminalizar a homossexualidade

Morador de Campina do Monte Alegre, Artur conta, em entrevista ao G1, que a reunião familiar aconteceu na capital de São Paulo, e que não esperava a reação positiva, por isso, que decidiu publicar o momento na internet. “Eu estava com muito medo de contar, muito nervoso mesmo. Mas como sempre fui muito ligado à família, achei que na ceia de Natal seria o momento certo já que toEla já estava acompanhando minha mudança de visual, como corte de cabelo e roupas mais masculinas. Eu contei e ela aceitou sobre a transição de gênero. Isso foi um conforto. Inclusive ela me acompanhou no especialista. Depois, contei para meu pai e irmã. Eles também me aceitaram. Só faltava contar para o resto da família, o que estava me deixando nervosodos estariam reunidos. Eu resolvi falar e pedi para gravarem. Mas eu me surpreendi muito quando eles vibraram. Pensei que iam ficar quietos. Mas não. Isso é raridade o que aconteceu. Foi muito bom receber esse apoio. Fiquei muito feliz”, explicou.

Sobre a transição, o estudante afirma que iniciou a mudança no começo de 2017. “Eu sempre me sentia desconfortável, desde adolescente. Mas quando era mais novo, não tinha acesso ao assunto. Com o tempo, fui conhecendo mais e sabendo sobre os gêneros. Tinha dúvida e dificuldade para me aceitar. É difícil porque é um caminho sem volta. Mas quando realmente decidi que não queria ser mais ‘Júlia’, eu me tornei uma pessoa mais feliz”, revelou.

Ainda na entrevista, ele lembrou quando anunciou a decisão para sua mãe. “Ela já estava acompanhando minha mudança de visual, como corte de cabelo e roupas mais masculinas. Eu contei e ela aceitou sobre a transição de gênero. Isso foi um conforto. Inclusive ela me acompanhou no especialista. Depois, contei para meu pai e irmã. Eles também me aceitaram. Só faltava contar para o resto da família, o que estava me deixando nervoso”, confessou.

Leia Mais:

Com topless, modelo trans estampa capa da Playboy alemã pela primeira vez

O futuro administrador acredita que o apoio dos familiares é importante para que ele comece a promover mais mudanças. “Eu sei que se qualquer pessoa falar algo contra mim, eu não vou ligar porque sei que tenho o apoio da minha família. Sou abençoado porque isso é raro nas famílias em casos como o meu, infelizmente”, lamentou.

O próximo passo agora é mudar o nome nos seus do documentos oficiais para o nome social. “A partir de agora sou Artur. Na faculdade já falei com meus professores e já houve a mudança para meu nome social. Não sofri preconceito, ainda bem. Muitas pessoas aceitaram bem. Isso é muito bom”, exclamou.

DEIXE UMA RESPOSTA