A cidade de Palm Sping, Califórnia, EUA
A cidade de Palm Sping, Califórnia, EUA (Foto: Reprodução/Internet)

Na contramão do governo Trump, que tem feito cortes nos direitos da comunidade LGBT, a cidade de Palm Spring, localizada na Califórnia, é a primeira dos Estados Unidos a ter totalmente a sua equipe de políticos composto por membros da diversidade.

Após o novo prefeito Robert Moon, de 68 anos, ser eleito, foi aberta uma votação para a criação do conselho local, e para a surpresa de muitos da população, três gays, uma mulher trans e uma mulher bissexual, foram condecorados a exercer cargos públicos, todos democratas.

Leia Mais:


Após polêmica com Hirota, Carrefour lança cartilha sobre respeito a diversidade

Em Réveillon LGBT, Wanessa Carmargo anuncia volta para o pop

“A reação de Palm Spring foi muito, tudo bem. Aqui as pessoas são simplesmente julgadas por seus méritos”, afirmou Geoff Kors, um dos membros do conselho ao The Guardian.

Com 47 mil habitantes, Palm Spring é considerada um refúgio LGBT nos Estados Unidos. Está entre as as cidades com o maior número de casais homoafetivos, que chega em torno de mil famílias.