Sexo gay
Sexo gay (Foto: Reprodução/Internet)

Uma pesquisa realizada pelo site PornHub revelou uma verdadeira contradição nos países nos quais a homossexualidade ainda é condenada moralmente, ou pior, é considerada crime. Eles são um dos campeões em acessos a pornografia gay.
A Arábia Saudita e o Omã no Oriente Médio são exemplos dos locais que mais buscaram filmes de conteúdo homoerótico, e tem o termo “sexo entre pessoas do mesmo sexo” dentre os que figuram nos primeiros lugares.
Leia Mais:
No ocidente, a Rússia, um dos lugares mais declarados homofóbicos no mundo com cerca de 83% da população afirmando abertamente ser contra a relação homoafetiva, as pesquisas sobre “sexo anal” está entre as mais populares.
O estudo ainda constatou que os vídeos estrelados por atores orientais são os preferidos dos usuários do pornô. Os termos “japoneses” e “coreanos” são um dos mais escolhidos no portal, seguidos de fetiches como héteros caindo em tentação, negros, bareback, daddy, massagem e colegas de quarto também figuram entre as expressões mais procuradas.