LGBTfobia
LGBTfobia (Foto: Reprodução)

O processo por crime de homofobia, que investiga o assassinato da travesti Beyoncé, morta com golpes de faca, tipo coifa, por Josimberg Rodrigues de Abreu, em Messejana, no Ceará, no mês de fevereiro do ano passado.

O caso ocorreu após uma sessão de espancamento e foi investigado pelo 6º Distrito Policial, e enquadrou o acusado a responder por Homícidio triplamente qualificado por torpeza, crueldade e emprego de recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

Leia Mais:


Jovem é preso acusado de matar parceiro sexual após sofrer chantagem

Trans que destruiu carro de comerciante em Santos diz ter sido vítima de homofobia

O juiz Eli Gonçalves Junior, da 1ª Vara do Júri, recebeu a denúncia e mandou citar Josimberg para apresentar resposta à acusação no prazo de 10 dias. As informações são da coluna Vertical, do jornal O Povo.

DEIXE UMA RESPOSTA