Polícia conduz suspeito, acusado de matar ex-namorado em parque por ciúmes
Polícia conduz suspeito, acusado de matar ex-namorado em parque por ciúmes (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Um homem de 42 anos, identificado com Frederico Bruno da Silva, é suspeito de matar um colega de trabalho, com o qual mantinha um relacionamento amoroso, no Parque da Cidade, local famoso entre o público gay de Brasília.

De acordo com as investigações, os dois eram funcionários da Latam Linhas Aéreas e estavam juntos há dois anos e meio. Porém, o casal havia decidido pelo término há pouco tempo, algo que o acusado não aceitava e o ciúme seria uma das motivações para o crime.

Frederico foi preso em flagrante dentro do seu apartamento no condomínio RK, em Sobradinho. À polícia, ele negou ser autor do crime. O delegado-adjunto da 1ª Delegacia de Polícia, João Ataliba Neto acredita que os dois costumavam ir ao parque para manter relações com outras pessoas.


Leia Mais:

Transformista alagoano, Reinaldo Reis, é encontrado morto em casa

Jogador do vôlei LGBT Daniel, a Danny, morre em Manaus

“Durante os depoimentos, o suspeito omitiu alguns fatos e chegou a mentir. Trabalhamos com a suspeita de ele ter agido por ciúmes”, afirmou Neto ao G1.

O suspeito irá responder por homicídio qualificado por motivo fútil, e deverá ficar preso por pelo menos 30 dias na carceragem do Departamento de Polícia Especializada, ordem expedida pelo Tribunal do Júri de Brasília.