O ator Eriberto Leão
O ator Eriberto Leão [Foto: Raquel Cunha/TV Globo]

No ar em O Outro Lado do Paraíso como o gay enrustido Samuel, Eriberto Leão compartilhou os desafios que enfrenta para viver o personagem na trama das 21h, em entrevista ao Vídeo Show, nesta sexta-feira (05).

Durante a reportagem, o ator contou que teve que se familiarizar com alguns adereços para compor o psiquiatra na novela de Walcyr Carrasco, como ter que aprender a andar de sapatos de salto alto, e fez a prova ao vivo durante a atração.

“Levei pra casa, minha esposa, Andreia, me ajudou. Dei muita risada porque a gente anda todo torto. O importante é colocar o peso aqui na ponta, mas eu não vou ficar desfilando pra não passar vergonha”, ponderou ele.


Sem adiantar muitos passos dos próximos capítulos, Eriberto se limitou a dizer que o médico continuará a esconder a sexualidade tanto da sua mulher, Suzy (Ellen Roche), quanto de toda a sociedade.

Leia Mais:

Autora de Comer, Rezar e Amar lamenta morte da esposa: “Sempre te amarei”

Autor de Malhação sofre ataque homofóbico após beijo lésbico na trama

No capítulo de ontem, o diretor do hospital finalmente foi desmascarado com a ajudar de Clara (Bianca Bin), que levou a sua mãe Adnéia (Ana Lúcia Torre) para o apartamento que o filho mantém para marcar os encontros as escondidas com o seu amante, o motorista Cido (Rafael Zulu), e flagrá-lo de calcinha e maquiagem.

Após o susto, a idosa aceitou a condição e revelou que sempre soube da orientação de Samuel, que chegou a ir pedir perdão à Clara por ser cúmplice da vilã Sophia (Marieta Severo) no passado, em um plano contra a mocinha.

Confira Eriberto Leão de salto alto:

Eriberto Leão usa salto alto no Vídeo Show
Eriberto Leão usa salto alto no Vídeo Show (Foto: Reprodução/TV Globo)

  • Vinicius Santa Vitória Santa V

    Vai que o ator “entra” no personagem – E NÃO CONSEGUE SAIR. Será mais um.

    • Lelio Winter

      KKKKKKKKKKKKK…..!!!

  • Pablo Mesquita Mesquita

    Representante dos gaúchos macho-chô.

  • Pablo Mesquita Mesquita

    É o sonha de todo gaúcho macho-chô.

  • Pablo Mesquita Mesquita

    Agora a gauchada macho-chô ficou bem inspirada.

  • Morgan taker

    Hoje a telinha mostra veemente que é militante de carteirinha do movimento GLBT isso esta escarradamente demostrado! Seria uma ação para desviar os olhares da situação politica do Pais? O Arquivamento dos Processos da LavaJato, O Processo do Lula? O Novo Sistema de Aposentadoria que vem prejudicar todas as pessoas? E como isso a grande massa fica debatendo sobre situações particulares esquecendo do mundo macro e submetida a um mundo micro. A polemica é jogada todos já estão carecas de saber que a pederastia, o homossexualismo é proibido pelas sagradas escrituras, então todo e qualquer pessoa religiosa vai ser contra é natural essa situação. O maior problema do movimento LGBT é a falta de noção, e sexualização ao extremo e a vulgaridade em sua plenitude, a exposição em demasia, indo em desacordo com a sociedade e suas prerrogativas de convivência, ninguém é contra a opção sexual cada qual escolhe o que quer ser, ou seguir, mas a demostração e o apelo sexual diuturnamente causa a destruição dos objetivos do aludido grupo, como a campanha sobre a diferença? Que vai contra a constituição onde todos nós somos iguais perante a Justiça, onde todos tem direitos e obrigações, sendo estas morais, éticas como cultivar valores de boa convivência. O que falta para ambas as partes envolvidas e simples é o “RESPEITO”.