pegação gay
pegação gay Foto: Reprodução/Internet)

Após tantas denominações, como g0ys (homens que se relacionam com outros do mesmo sexo, mas não se definem como homossexuais) e highsexual (aqueles que só sentem atração por outros homens após fumar um baseado) surgem agora os Héteros flex. A nova expressão contempla os que não aceitam a denominação da bissexualidade, e por isso, criaram um novo termo para denominar o seu desejo sexual.

O tema é um dos assuntos do livro “Festa de Orgia para Homens”, escrito pelo antropólogo Victor Hugo Barreto, que conta através de uma análise etnográfica das festas na cidade do Rio de Janeiro, nas quais homens que se identificam como heterossexuais mantêm relações entre si.

Os héteros flex criam clubes entre si e marcam encontros, onde o intuito é fazer muito sexo entre eles. Normalmente, estas ocasiões acontecem dentro de casas de swing, saunas e salas comerciais. Para participar das orgias é necessário deixar o celular guardado e estar de sunga, cueca ou pelados.


Leia Mais: 

Solteira há quatro anos, Pabllo Vittar confessa: “Sou muito carente”

Vaza nude do “sugar daddy” italiano dotado Gianluca Vacchi

Dentre as regras do grupo estão ter aparência máscula, ser discretos e “safados”. “Estudo a sexualidade há oito anos e acho bacana que as pessoas estejam experimentando.”, avaliou Barreto.

“Mas percebo que, por mais que a prática nessas orgias seja homossexual, os homens não querem se identificar como gays. São heterossexuais flexíveis, mas também poderiam ser chamados de homossexuais flexíveis”, afirmou. 

As informações são do jornal Extra.

DEIXE UMA RESPOSTA