Casal gay Elad e Andrew e filhos Gêmeos
Casal gay Elad e Andrew e filhos Gêmeos (Foto: Reprodução/Facebook)

O casal gay norte-americano Elad e Andrew Dvash-Banks entrou com um processo contra o governo dos Estados Unidos por conceder a cidadania Americana apenas para um dos seus filhos gêmeos.

Isso porque,  Ethan, uma das crianças geradas a partir do espermatozoides de um dos pais fecundados no óvulo através de uma barriga de aluguel, foi de Elad que é israelense, e por este motivo teve o recém-nascido teve cidadania negada.

Como o método gerou gêmeos, o outro bebê nasceu a partir da fecundação do sêmen de Andrew, que é americano e o pequeno Aiden não teve problemas para ser reconhecido como uma americano legítimo. “Nós estamos tentando conseguir justiça para Ethan e corrigir o erro em que o Departamento de Estado insiste e pode afetar outros casais”, lamentou Elad.


Leia Mais:

Soldados gays americanos se casam na academia militar

Confira a agenda de Paradas e eventos LGBT no mundo em 2018

O grupo Imigration Equality que luta pelos direitos de imigrantes LGBT no EUA, apoiou o casal com a abertura da ação. De acordo com a entidade o governo Trump tem discriminado casais homossexuais binacionais e negado a cidadania aos seus filhos.

O site do Departamento do Estado ressalta em seu site que para haver a cidadania, o recém-nascido deve conter um elo biológico com um cidadão americano, como Ethan é fruto de um israelense, ele não teria este direito.