O cantor Ricky Vallen
O cantor Ricky Vallen (Foto: Divulgação)

Revelação do Programa Raul Gil nos anos 2000, o cantor Ricky Vallen passou por uma experiência homofóbica, na noite desta terça-feira (09), ao ser expulso de uma farmácia junto ao seu namorado no Rio de Janeiro.

Em suas redes sociais, o músico, que é gay assumido, contou que foi convidado a se retirar após caminhar de mãos dadas e trocar um selinho com o companheiro dentro do estabelecimento. “Acabo de ser expulso de uma farmácia na Frequesia-RJ, por um senhor, o qual pessoas que disseram ser o dono do estabelecimento (o machão mesmo não quis se identificar)”, relatou na rede social.

O artista ainda continuou. “Ao dar um selinho e abraçar meu companheiro esse senhor grosseiro, que estava do lado de fora da farmácia, entrou apontando o dedo para nós dizendo que ali não era lugar pra aquele tipo de coisa e mandando que nos retirasse-mos, que fosse-mos fazer aquilo em outro lugar, alegando estarmos causando constrangimento (Detalhe que não haviam outros clientes na farmácia).”


Leia Mais:

André Gonçalves critica declarações de Ratinho:”Ruim para a sociedade”

Em vídeo antigo, Pabllo Vittar se apresenta em programa de TV com grupo de dança; assista

Até quando vamos viver em um mundo em que matar, roubar, estuprar é “normal”, mas um beijo e um abraço de carinho causa constrangimentos??? Uma pena nossas leis darem margem para que situações como essa fiquem em pune (sic)”, desabafou.

Após o episódio, Vallen e o namorado se dirigiram até uma delegacia e registraram um Boletim de Ocorrência (B.O.) diante do fato lamentável, de acordo com informações do jornalista Felipeh Campos, durante o programa A Tarde é Sua, da Rede TV!, desta quarta-feira (10).