Boxeador bissexual Emile Griffth
Boxeador bissexual Emile Griffth (Foto: Reprodução/Internet)

A biografia do boxeador bissexual Emile Griffith pode virar filme. A sua história ficou marcada por ser responsável pelo golpe que levou o lutador homofóbico cubano Benny “The Kid” Paret à morte em 1962.

O fatídico episódio aconteceu durante uma luta no Madison Square Garden. Griffith estava defendendo o seu título mundial, e foi emparelhado com o rival que levou a nocaute. O desentendimento dos dois atletas teria começado ainda durante a pesagem, quando o adversário o provocou a respeito dos boatos sobre sua sexualidade que pipocavam na época.

Em um dado momento, Paret teria apertado a bunda de Griffith e o chamado de “maricón” – xingamento similar a “viado” na língua hispânica. Durante o combate, mas precisamente no 12º round, o americano teria encurralado o colega e o acertou com um golpe que o deixou inconsciente.


Leia Mais:

Jovem trans faz sucesso nas redes sociais e sonha em entrar no BBB

Jovem australiano é preso após se passar por médico em busca de namorado em hospitais

O juiz impediu o boxeador de dar novos golpes, mas Paret teve que ser levado às pressas para o hospital. Mesmo assim, o atleta não resistiu e morreu dez dias depois. A perícia constatou que a causa da morte foi devido a complicações do embate com o oponente. Apesar disso, toda a história fez com que Griffith passasse a ser considerado um grande nome no mundo da luta.

A produção cinematográfica ficará sob responsabilidade do diretor Lenny Abrahamson que em entrevista ao Deadline contou como acha toda a história atraente. “Ele nunca parecia estar em conflito com sua sexualidade, na verdade ele encontrou alegria nela. Ele habitava dois mundos – a cena gay subterrânea em Nova York nos anos 60 e o mundo machista do boxe. O estigma da sociedade naquela época era terrível e criou uma pressão esmagadora sobre ele”, afirmou ele.

Griffith morreu em 2013, aos 75 anos, vítima de demência pugilística – doença neurodegenerativa encontrada naqueles que sofreram lesões cerebrais traumáticas ou golpes na cabeça. O filme sobre a vida do pugilista deverá ser lançado neste ano ou em 2019.O longa deve ser lançado ainda neste ano ou em 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA