O ator pornô gay Topher Maggio
O ator pornô gay Topher Maggio [Foto: Divulgação]

Após a acusação do ator pornô Tegan Zayne, o também astro do entretenimento adulto gay Topher DiMaggio recebeu mais uma denúncia de estupro, desta vez por um homem, de codinome “Dan”, que relatou o episódio de abuso para a revista Hornet.

De acordo com a suposta vítima, o caso aconteceu há dois anos durante uma festa na casa do ator de filmes eróticos, ela contou que esteve ao local acompanhado de amigos. Porém, acabou adormecendo durante a ocasião e acordou nu e com o jovem tentando fazer sexo com ele.

“Eu não sou passivo. Eu sou passivo, mas não com frequência, e eu não seria passivo com esse cara – eu não conhecia direito. Não tinha nenhum sentimento por ele. Eu não tinha nenhuma intenção de transar com ele”, afirmou.


Leia Mais:

“Me encurralou”, revela Jamie Dornan sobre assédio de fotógrafo no início da carreira

Cantor mexicano se recusa a dar entrevista a canal LGBT

Dan ainda disse que tentou evitar, mas foi ignorado por DiMaggio. “Só me lembro de dizer não, ‘Eu não quero fazer isso’, e ele disse ‘Não se preocupe com isso, e foi exatamente o que ele falou pro Tegan. Ele me penetrou e começou a fazer sexo comigo.”

Ainda segundo a vítima, se dirigiu a um hospital onde tomou a PEP, medicamentos pós-exposição ao vírus HIV. Na instituição, o médico que o atendeu chamou a polícia para a realização de um exame que poderia atestar a possibilidade de algum machucado em seu corpo, porém, ele conta que recusou por medo de retaliação do ator pornô, que não comentou sobre esta denúncia.