Sexo gay
Sexo gay (Foto: Reprodução)

Uma reportagem do BuzzFeed trouxe um fato que diz muito sobre os papéis de uma relação homossexual baseada em dominador e dominado. Vários homens gays sentem tesão ao perceber que o companheiro sente alguma sensação de dor durante a transa. 

O debate surgiu durante um fórum de discussão entre ativos em uma página do Facebook, no qual vários relatam que sentem-se satisfeitos quando veem que o passivo está sofrendo com o ato da penetração. “Vou confessar que sinto prazer, quando eu percebo que o gemido é de dor. Uma coisa de louco”, afirma um dos membros.

Para o psicólogo Cássio Fernandes, a prática é o reflexo da sociedade machista, presente até mesmo na relação entre dois homens. “O sexo, deve ser prazeroso para os dois. Infelizmente, essa atitude reflete o quanto o machismo impera na nossa sociedade e pode ser presente em qualquer tipo de relacionamento, seja homoafetivo ou hétero”, analisou.


Leia Mais:

Países onde a homossexualidade é crime são campeões em acesso à pornografia gay, diz estudo

São Paulo passa a oferecer PrEP gratuitamente em dez unidades até fevereiro

“Em uma relação entre um homem e uma mulher, é comum o cara não se preocupar se a parceira chegou ao orgasmo, muitos simplesmente gozam e acabou. Já em uma relação homo, muitas vezes, quem está sendo ativo, também não tem essa preocupação. E pra variar, não se importa se está causando sofrimento ao parceiro, ao invés de prazer”, completou.

Fernandes ainda defende que para resolver casos como esse é necessário o diálogo entre o casal para colocar algo que deixe uma das partes insatisfeitas. “Conversar, é sempre uma ótima opção quando as coisas não andam bem”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA