O Exorcista
O Exorcista (Foto: Divulgação)

Uma cena de beijo gay entre dois padres na série O Exorcista foi alvo de muitas reclamações e comentários homofóbicos nas redes sociais. O momento foi protagonizado pelo padre Marcus, abertamente bissexual na trama e Peter Morrow.

O showrunner da produção, Jeremy Slater comentou sobre a repercussão negativa de parte da audiência, em entrevista ao Sci-Fi Bulletin. “Eu vi alguns homofóbicos no Twitter e minha resposta é ‘Bom, vá à m*rda. Eu estou feliz que você não gostou e que isso arruinou a série para você.’ Ninguém assim deve ter coisas boas em sua vida”, disparou.

Leia Mais:


Clara arma flagra para tirar Samuel do armário em O Outro Lado do Paraíso

Adolescentes criam camisinha que muda de cor em contato com alguma IST

Slater ainda acredita que ter um personagem LGBT na trama é importante para a representatividade na teledramaturgia: “é bem raro na televisão em geral e principalmente em canais pagos, onde todos têm definições binárias de homossexual ou heterossexual.”

“Se um homofóbico não consegue assistir à série mais porque um dos personagens é gay, então fico feliz que algo bom saiu disso tudo. [Afinal, já estamos em 2017] e ainda vemos pessoas com temperamentos raivosos na internet porque não querem ver personagens gays. Acho que esse é o último suspiro de uma certa raça de dinossauro prestes a entrar em extinção, e deixem eles gritarem e chutarem então vão embora”, finalizou.