A jogadora de vôlei Tiffany Abreu
A jogadora de vôlei Tiffany Abreu (Foto: Reprodução/Instagram)

O time de Vôlei de Bauru divulgou uma contratação inclusiva, nesta terça-feira (05), a atleta trans Tifanny Abreu, que terá a sua estreia na Superliga feminina de Vôlei. O anúncio da contratação foi feito pelo clube nas suas redes sociais.

Jogando na posição ponteira/oposta, Tiffany foi bem recebida tanto pelos treinadores quanto por suas colegas de equipe, e dos torcedores. Os treinos acontecem desde julho e se tornaram uma boa saída para ela ficar mais perto dos seus familiares, já que também recebeu convite para treinar na Europa, onde construiu uma carreira consolidada no esporte.

Leia Mais: 


Fernanda Gentil lembra como afilhado reagiu ao saber de namoro lésbico

Time Norueguês cancela viagem a Dubai por causa da LGBTfobia no país

Primeira transgênero a receber autorização da Federação Internacional de Vôlei para jogar junto com mulheres cis, ela começou a carreira antes de passar pelo processo de transição de gênero, que só aconteceu em 2014. Mesmo assim defendeu equipes masculinas até o início deste ano.

A sua carreira também conta com uma passagem pela Itália, onde jogou na segunda divisão do vôlei feminino, o que gerou muita discussão e por pouco não virou caso de Justiça. “Não se joga bem vôlei só porque se é uma trans. Conta sobretudo o talento, é preciso saber jogar. Minha essência é de mulher: eu mudei para mim, e o vôlei é meu trabalho”, rebateu na época.

DEIXE UMA RESPOSTA