Padre gay Greg Greiten
Padre gay Greg Greiten (Foto: Divulgação)

O padre Gregory Greiten, da Arquidiocese de Milwaukee, nos Estados Unidos, surpreendeu os seus fiéis ao revelar ser gay, enquanto ministrava uma missa.

“Eu sou o Greg. Eu sou um padre católico romano. E sim, eu sou gay!”, declarou ele em meio à platéia católica, que para sua surpresa reagiu à confissão com aplausos.

O episódio ganhou repercussão no país norte-americano, e em comunicado, o religioso contou que pediu permissão ao arcebispo, Jerome Listecki, para fazer a revelação, decisão imediatamente apoiada pelo seu superior. “Como a Igreja ensina, aqueles que se sentem atraídos pelo mesmo sexo têm de ser tratados com compreensão e compaixão.”


Leia Mais:

Lica e Samantha se beijam e engatam namoro em Malhação

Intérprete de Ágata em Avenida Brasil fala sobre relação com pais gays: “A minha família tradicional”

“Como padres que fizemos o voto do celibato, sabemos que todas as semanas há pessoas que se debatem com a questão da homossexualidade”, continuou. “A história do Greg faz com que cada um de nós recorde o chamamento de Deus para continuar a crescer em compreensão e a viver vidas santas e castas”, completou Jerome.

Ainda no texto, Greiten afirmou que descobriu a sua sexualidade aos 24 anos, durante uma viagem de carro de cinco horas em direção a um seminário. Para ele, falar sobre a orientação sexual é de suma importância para que os homossexuais possam se sentir abraçados, e assim combater o preconceito.

DEIXE UMA RESPOSTA