Ministro do STJ João Otávio de Noronha
Ministro do STJ João Otávio de Noronha (Foto: Divulgação/STJ)

Vivendo uma realidade paralela, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha deu uma declaração polêmica, nesta segunda-feira (04). Responsável pela Corregedoria Nacional de Justiça, ele afirmou que os heterossexuais “não tem mais direito nenhum” no Brasil.

A fala absurda foi feita após o ministro afirmar que “o juiz constitucional não pode ser pautado pelas minorias só”. O comentário foi feito durante o seminário “Independência e Ativismo Judicial: Desafios Atuais”, no STJ.

Leia Mais:


Corte Constitucional da Austria aprova casamento gay no país

Centro de Cidadania LGBT sofre ataque em São Paulo

“Aliás, eu já vi que eu quero meus privilégios porque o heterossexual agora está virando minoria no Brasil. Não tem mais direito nenhum”, disparou Noronha.

Diante da repercussão negativa, João afirmou por meio de nota  que tudo não passou de uma brincadeira feita durante a palestra. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.