A Marinha norte-americana suspendeu o piloto que fez desenhos obscenos no ar (Foto: Reprodução/Twitter)
A Marinha norte-americana suspendeu o piloto que fez desenhos obscenos no ar (Foto: Reprodução/Twitter)

A Marinha dos Estados Unidos decidiu suspender um piloto que fez desenhos obscenos no ar, através de manobras aéreas. O episódio aconteceu, no último dia 22 de novembro, no condado do Okanogan, em Washington.

Na ocasião, o comandante desenhou um pênis no ar. A instituição naval classificou o caso como “absolutamente abominável” e informou a abertura de uma investigação após imagens da “brincadeira” terem rodado o mundo e circulado nas redes sociais.

Comandantes da Estação Aérea Naval de Whidbey Island abriram um inquérito após suspenderem um dos responsáveis por ter utilizado um de seus Boeing.


Leia Mais:

ONG lança aplicativo para pessoas com HIV

Ator Russell Tovey interpreta super-herói gay em episódios especiais de séries

À BBC, o porta-voz Stephen Bills reprovou a atitude do piloto.  “De um ponto de vista naval, mantemos nossas equipes nos mais altos padrões, e isso é absolutamente inacreditável. Tem zero valor de treinamento”, disse.

Representantes da Marinha classificaram o ato como imaturo e irresponsável, além de se desculparem pelo incidente. Entretanto, a Administração Federal de Aviação, por sua vez, disse que as manobras não representaram risco e não pode policiar a moralidade. Com informações do Buzzfeed.