Mangá Outouto Otto
Mangá Outouto Otto [Foto: Divulgação]

Sucesso nos quadrinhos, o mangá LGBT Outouto Otto ou My Brother’s Husband (O marido do meu irmão, em livre tradução) vai virar série em live-action (com personagens de carne e osso) com estreia prevista para março do ano que vem. A atração está em produção pela NHK, estação pública de radiofusão do Japão.

Para a primeira temporada foram encomendados apenas três episódios que serão exibidos de 04 a 18 de março de 2018. Na história, Yaichi é um pai suburbano em Tóquio que vive sozinho com a sua filha Kana. As suas vidas de repente mudam com a chegada à sua porta do afável canadense Mike Flanagan, que se declara o viúvo do gêmeo gay de Yaichi, Ryoji.

Mike está numa missão para explorar o passado de Ryoji e a família relutantemente o acolhe. O que se segue é um olhar sem precedentes e doloroso sobre o estado de uma cultura gay japonesa, em grande parte ainda fechada: como foi afetada pelo Ocidente, e como a próxima geração pode mudar os preconceitos sobre isso e preconceitos contra ela.


Leia Mais:

Em nova versão, Leão da Montanha é assumidamente gay e está na mira do governo americano

Ator Timothée Chalamet é um dos preferidos ao Oscar por drama gay Me Chame Pelo seu Nome

A HQ chegou às bancas japonesas em 2014 pela Monthly Action e tem edições publicadas até hoje. A revista ganhou o Prêmio de Excelência, em 2015, como melhor mangá, no Festival de Artes Média do Japão.