Jogador de rúgbi argentino foi brutalmente espancado, vítima de homofobia
Jogador de rúgbi argentino foi brutalmente espancado, vítima de homofobia (Foto: Reprodução/Instagram)

O jogador de rúgbi Jonathan Castellari, de 25 anos, foi brutalmente espancado por sete homens, após sair dançando de um restaurante em Buenos Aires, na Argentina. De acordo com a vítima, o motivo das agressões seria por demonstrar um comportamento gay.

O atleta e um amigo foram cercados pelos agressores no estacionamento do estabelecimento. Os dois receberam inúmeros golpes na cabeça seguidos de vários xingamentos, sobre a possível orientação sexual dos rapazes.

Leia Mais:


Centro de Cidadania LGBT sofre ataque em São Paulo

Em sessão na Câmara, mulher compara gays a pedófilos, necrófilos e zoófilos

Castellari teve várias lesões no rosto, a maior parte no olho, o que faz com que exista a possibilidade dele ficar cego ou perder o órgão. Internado em um hospital, o jogador pode passar por uma cirurgia e denunciou o ataque como caráter homofóbico.

Sebastián, o amigo que estava presente no momento da agressão afirmou que tentou entrar em contato com a polícia, mas não conseguiu fazer o atendimento. Ele também faz parte da mesma equipe, a Ciervos Pampas Rugby Club, conhecida pelo apoio às causas LGBT.