Ex-lésbica Emily Thomes
Ex-lésbica Emily Thomes [Foto: Reprodução]

A jovem californiana Emily Thomes, que garante ter deixado de ser lésbica após entrar na igreja, compartilhou um vídeo contando a sua experiência dentro da religião e como foi “resgatada do estilo de vida homossexual.”

De acordo com o depoimento, ela iniciou sua vida sexual com outra mulher aos 15 anos. A relação foi bastante julgada pelos amigos e familiares que a condenavam por namorar uma pessoa do mesmo sexo, e se apoiavam em passagens da Bíblia para defender suas convicções.

Emily sempre rebatia questionando a fé de quem a criticava: “Se você fosse um cristão verdadeiro, iria me apoiar”, lembrou a evangélica, que utilizava frases como “Não julgueis” e “Deus é Amor”.


Leia Mais:

24% dos jovens gays não conhecem método para prevenir o HIV, revela pesquisa

Presépio com prostituta e casal gay é retirado de exposição no Rio

Até os 20 anos, ela conviveu intensamente a sua sexualidade, engatando namoros com várias mulheres e chegou a morar com uma delas, até iniciar os estudos bíblicos com uma tia. “Eu esperava que eles me criticassem de cara, então iria usar isso como justificativa para não voltar, por isso concordei em ir”, revelou.

Depois frequentar a igreja, Emily começou a questionar a própria sexualidade e diz “sentir o ‘peso’ da condenação”, o que fez com que a garota se convertesse aos princípios impostos pela religião. “Não fui de gay para hétero, mas de perdida para salva”, declarou.

DEIXE UMA RESPOSTA