Pabllo Vittar
Pabllo Vittar (Foto: Reprodução)

O ex-vocalista do Detonautas, Tico Santa Cruz saiu em defesa da drag queen Pabllo Vittar, após as críticas feitas pelo cantor Falcão em seu perfil no Instagram, nesta terça-feira (19). O músico postou um texto no qual elege a performer como um exemplo de representatividade LGBT, motivo pelo qual atribui também a sua rejeição.

“Desculpem a sinceridade e mais uma vez sairei em defesa, sim, da Pabllo Vittar. Ela não incomoda porque supostamente desafina ou ‘canta mal’, digo isso porque sou músico profissional e conheço vários colegas que cantam mal, desafinam e nem por isso são rechaçados por aí. O incômodo que Pabllo causa é por conta, sim, do fato de ser uma drag bem-sucedida”, disparou.

Para Tico, a presença da performer em um patamar tão alto da indústria fonográfica trouxe visibilidade para um grupo antes marginalizado.”As pessoas estavam acostumadas a aplaudir drags fazendo playback no programa do Silvio Santos no passado. Talvez porque fossem apenas figurantes sem voz. Pabllo tem voz, representatividade, carisma, leva milhares aos seus shows. Isso incomoda”,  ressaltou.


Leia Mais:

Aretuza Lovi, Pabllo Vittar e Gloria Groove gravam o clipe de “Joga Bunda”; confira fotos

Kaya Conky coloca todo mundo para vibrar no clipe de “Bumbum Tremendo” confira

Aos que justificam a rejeição de Pabllo por causa das letras das suas músicas, o cantor também contestou. “ouve quem quer. As letras da música pop mundial se traduzidas não trazem grandes poesias e as que fazem muito sucesso nas rádios, idem”, alfinetou o roqueiro.

Por fim, Tico derrubou o argumento de que outros artistas gays, como Renato Russo e Freddie Mercury e Cazuza, sempre foram bem aceitos pela crítica e concluiu reforçando a importância de ter uma representante da comunidade drag na mídia. “Reconheçam, incomodados: o problema não é a voz nem a letra, o problema é a representatividade de uma parcela da população que sempre foi perseguida e pelo visto continuará sendo! Infelizmente! Sem mais”, finalizou.