A modelo trans Lea T
A modelo trans Lea T [Foto: Mariana Maltoni/Divulgação]

Uma das modelos trans mais bem sucedidas do mundo da moda, Lea T. contou em entrevista ao site Lado Bi como a sua identidade de gênero influencia no seu trabalho nas passarelas e também como estilista.

“Eu acredito que a criatividade nao tem gênero, ela não é ligada a esses aspectos. Eu acredito que ela esteja fora de todos os padrões”, disse ela.

Leia Mais:


Sula Miranda dispara sobre transição de Thammy: “Não sou a favor”

Daniela Mercury protesta contra censura com seios pintados em show no Masp

A filha do ex-jogador Toninho Cerezo também revelou que, mesmo após chegar ao auge na carreira, ainda sofre discriminação por ser trans. “Mesmo com o currículo que tenho ainda recebo “nãos” pelo fato de ser trans, pelo fato de ser negra. Ainda me são negados diversos trabalhos que uma outra modelo com o meu book faria.”, declarou.

Sobre ser um exemplo para outras transgêneros que vivem em situações vulneráveis, Lea dedica esse título aos seus pais. “Mais do que o meu trabalho, acho que o exemplo dos meus pais pode ter ajudado a levar mais informação sobre o assunto à famílias brasileiras.”