Jogador virtual pode assumir ser gay em game para combater homofobia no futebol

Football Manager
Football Manager [Foto: Reprodução]

A produtora de games Sports Interactive trouxe uma novidade na nova versão do Football Manager para combater a homofobia no futebol, muito presente no mundo todo. O jogo simula o cotidiano de um técnico, mas para isso faz o uso de nomes e características de times e jogadores reais.

No novo jogo da franquia, a ser lançado no próximo dia 10 de novembro, há a possibilidade de um dos jogadores fictícios assumir a homossexualidade em meio a um campeonato. A notícia acontece de forma espontânea, sem sofrer qualquer alteração do técnico.

Leia Mais:


Concurso elege a drag queen mais performática de BH

Espetáculo Alair encerra temporada em São Paulo neste final de semana

A revelação não interfere também no desempenho do atleta virtual e nem gera nenhuma
consequência no resultado final do jogo. Porém o time no qual o craque estará defendendo recebe uma maior receita por causa da maior atenção do público LGBT.

“Acreditamos que um jogador que se assuma não teria grandes problemas e os clubes veriam um aumento de merchandise porque passariam a contar com uma audiência diferente dando apoio ao jogador”, declarou Miles Jacobson, diretor do estúdio que desenvolve o simulador de futebol à BBC. “A comunidade LGBT é incrivelmente forte e eles se dão apoio porque sabem o quão difícil foi para alguns deles e como outras pessoas tornaram o processo mais fácil”, completou.


DEIXE UMA RESPOSTA