Ivan, Carol Duarte, em A Força do Querer
Ivan, Carol Duarte, em A Força do Querer [Foto: Reprodução/TV Globo]

O drama do personagem Ivan (Carol Duarte), que se descobre transgênero e resolve passar pela transição na novela A Força do Querer, acendeu o debate a respeito do assunto na sociedade. Porém, os mais conservadores insistem em condenar a situação e o pior, tentam vetar a reflexão de outros.

Como é o caso de uma professora no Rio de Janeiro. De acordo com a coluna, Gente Boa, do jornal O Globo, ela proibiu os seus alunos, do sexto ano de uma escola no Leblon, de escreverem uma redação com a personagem do folhetim de Gloria Perez como tema. O mais contraditório é que a atividade tinha como proposta falar sobre justamente os assuntos abordados na trama.

Veja Também:


ONU condena decisão judicial que autoriza”cura gay”: “decepcionante”

Drag baiana é a primeira a representar o Brasil em concurso internacional de maquiagem

O problema teve início após todos os alunos escolhessem para escrever sobre a trajetória do filho de Joyce (Maria Fernanda Cândido). A docente logo barrou a proposta justificando que “Este não é assunto para uma escola católica”.

Com a censura, a professora sugeriu que os alunos falassem sobre a personagem Bibi (Juliana Paes), mulher do bandido Rubinho (Emílio Dantas), que abdicou de um futuro promissor para seguir o marido fora da lei.


  • Estou com a professora..

    • Complicado, tanta coisa para fazer e escrever.

  • parabens a este professor por nao incentivar esta modinha

  • marcia

    A professora tem meu apoio, Esta novelasó tem baixaria. Ela devia é estimular as crianças a não verem nada da globosta.

  • Rodrigo

    Vocês nãoo Bol. Já chega a #globolixo . Agora vcs tambem entraram nessa, vou ter que boicotar voces tambem,parem com esta palhaçada.
    Tanto assunto para tratar em escola, tantos temas, logo pegar de novela todo este lixo, é para ver o nivel de nossos alunos nas escolas brasileiras. Cade historias de Erico Verissimo, Carlos Drumond de Andrada, etc..
    Não aguento mais tanta palhaçada..

    • Ronaldo

      Concordo….muita relevância para assuntos que pouco acrescenta….vamos valorizar atitudes boas, jovens cientistas, jovens que fazem algo para melhorar a condição de outros semelhantes, valorizar o positivo, acrescentar coisas boas e que nos da orgulho….simples

  • João

    Excelente atitude dessa professora.
    Parabéns !

  • Luiz Fernando

    Meus parabéns a essa professora

  • rogerio

    repeito de opinião é a opinião dela repeitem…

  • Roberto

    Parabéns! Para professora criança não precisa saber desse tipo de coisa escola é lugar de aprender matemática ciências geografia etc e não o que a Rede Globo e suas tramas ridículas.

  • hawkvir

    Melhor deixar as crianças longe dessa trama, até porque se alguma falar o que os gays não gostam vão dizer que ela (a criança) é homofóbica.

    Vamos deixar crianças serem crianças…e fazerem atividades de crianças…

    • Itamir

      Perfeito.

  • MARINO

    parece que não teem idéias, sempre querem infiarem guela abaixo nas famílias brasileiras esses lixo, APOIADA A PROFESSORA

  • ESSA GENTE PSEUDO-MORALISTA, ACHA QUE ESCONDENDO A REALIDADE DO MUNDO, ESTÃO SENDO UM EXEMPLO EM TERMOS DE EDUCAR..!! ESTÃO NA VERDADE AUMENTANDO O NÍVEL DE PRECONCEITO NO BRASIL, NO QUAL A MELHOR MANEIRA DE SEI EDUCAR, É DISCUTIR NA ESCOLA AS DIFERENÇAS HUMANAS QUE EXISTEM E QUE NÃO DEVEM SER POSTAS EMBAIXO DO TAPETE…!! O MAIS ASSOMBROSO DISSO, É QUE PESSOA QUE POSSUEM O TERCEIRO GRAU, SE PORTAM COMO PESSOAS DE POUCO ESTUDO, O QUE É PREOCUPANTE PORQUE SE ESPERA DESSAS PESSOAS É QUE ZELEM PELO DIÁLOGO, PELA VISÃO HUMANA E ABERTA EM RELAÇÃO AO PRÓXIMO…!! SE DENTRO DA ESCOLA NÃO SE PODE DISCUTIR ISSO, ENTÃO ONDE SERÁ DISCUTIDO? CERTAMENTE NÃO SERÁ DENTRO DE CASA, ONDE OS PAIS POR CAUSA DE EDUCAÇÃO EQUIVOCADA E REPRESSIVA, NÃO VÃO DISCUTIR ASSUNTOS DA NATUREZA SEXUAL COM OS SEUS FILHOS…!! É POR ISSO QUE O NÍVEL DA ESCOLA NO BRASIL É TÃO BAIXO EM TERMOS DE DISCUSSÃO SOCIAL E EDUCATIVA, SEM FALAR NA QUESTÃO DA MORAL E DOS BONS COSTUMES QUE AINDA PERSISTE EM NOSSO PAÍS, ONDE MORAL, SEXUALIDADE, ESPIRITUALIDADE E ASSUNTOS DA INTIMIDADE PESSOAL DE CADA UM, AINDA É UM TABU QUE AINDA PERSISTE, APESAR DA INTERNET, DO TELEFONE CELULAR E DA TV A CORES E OUTROS MEIOS SOFISTICADOS DE COMUNICAÇÃO DE MASSA E GLOBAL….!! PARA PESSOAS QUE SE DIZEM EDUCADORES, É UMA SITUAÇÃO NO MÍNIMO PREOCUPANTE NA FORMAÇÃO DO CARÁTER DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTES, QUE NÃO VÃO SABER O SIGNIFICADO AMPLO DO QUE SEJA CIDADANIA…!! LAMENTÁVEL, REALMENTE MUITO LAMENTÁVEL A ATITUDE DESSA PROFESSORA…!!

    • Concordo com voce .ate porque na escola os professores estao para dar a educacao no sentido de ensinar as devidas materias aos alunos.e os pais em educar seus filhos em suas casas.Porém acredito eu que devemos observar pelo que foi escrito que a professora de certa forma nao deveria ter proibido os seus alunos neste assunto pois e uma classe inteira querendo conversar sobre o assunto.e esta colocou ainda mais religião. Ta ,no caso ai porque esta diz aqui e uma escola católica .ela deveria dizer por ela .foram varias visões de tudo que eu entendi lendo varias vezes o conteudo .me desculpem mas ao meu ver esta professora nao deveria exercer a profissao ai
      Pois ao inves dela mostrar que devemos aprender a respeitar a vida
      Como,religião,direito a escolha de sexualidadeela simplismente mostra o contrário incitando o desrespeito total as pessoas. E a violência. Porem que nosso senhor um dia possa abrir os olhos e mente deste ser humano. Né

    • raul

      Hum…perfeito seu comentário! É na escola sim que devemos discutir a diversidade sexual, pois nas famílias jamais será conversado, vide as respostas das pessoas acima. O grupo LGBTI é sim parte da sociedade da qual faço parte também e por séculos ficamos ocultos debaixo dos tapetes. Não estamos “enfiando goela abaixo”, apenas estamos mostrando ao mundo que há formas diferentes de simplesmente existir.
      NOTA ZERO À PROFESSORA, que tem a missão de educar, não de opor aos alunos suas convicções religiosas.
      O Brasil vai de mal a pior…….

  • Henrique

    Professora, têm-se na Escola a verdadeira guardiã de valores éticos, morais e religiosos. Estudei, sob o baioneta do Exmo. Sr. Presidente Emílio Garrastazu Médice, nos áureos tempos da Revolução Democrática de 1964, nunca demais lembrada, e o que os mestres nos davam era: Para Gostar de Ler, O Caso da Borboleta Atíria, Tonico, coisas assim. No 2º grau é que tive contato com Dom Casmurro, Triste Fim de Policarpo Quaresma, O Cortiço, e por aí vai. Discorríamos sobre este tipo de Cultura. Fui colaborador da Sociedade Brasileira de Defesa da Tradição, Família e Propriedade e posso dizer que professoras tais quais a Senhora, renovam-nos a esperança de que a nossa juventude ainda possui esperança. Um abraço de renovada admiração!

  • Bel

    Meu Deus!! Tanta coisa para as pessoas se preocuparem e ficam alimentando essas coisas!!!

  • ozenir

    Parabéns para essa professora, agora quanto ao BOL, está deixando a desejar, tantas coisas melhores para abordar, como a necessidade de se melhorar o ensino, tecnologia nas escolas, investimentos e a participação dos pais, parem de colocar assuntos como estes que não relevância algum para a sociedade. Deixem as crianças fora deste assunto tão fútil.

  • Silvio

    Parabéns a essa professora, por não se intimidar por essa cambada de modinhas! 😉

  • ana

    Um viva pra esta professora ,esta merece uma salva de palmas .. se eu que sou adulta não entendo isso , tipo …era mulher, virou homem ,engravidou e gosta de um homem ,imagina pra uma criança .

  • Vanessa

    Parabéns a professora!!! De volta aos bons costumes. Vamos dar um basta à bestilidade

  • Itamir

    Essa nossa sociedade esta
    ridícula, devemos respeitar a escolha da sexualidade de cada um, porém normal é homem e mulher o resto é balela, digo simplesmente: O dia que dois homens ou duas mulheres gerarem um filho naturalmente, estas pessoas irão me convencer, a mídia e principalmente esta globo são os responsáveis por esta destruição dos valores familiares que vivemos hoje.

  • Apolo

    Parabéns para professora…a propósito, se é um drama do personagem significa que sua atitude de se transformar no sexo oposto é doloroso, então não é natural, não é normal, e para mim não é moral.

  • Flor

    Certa! Vão colocar a professora no olho do furacão para defender a libertinagem?
    Vão procurar o que fazer! Quero ver alguém passar por isso é gostar.

  • Nilson

    Parabéns professora! A razão está voltando! Aleluia aleluia aleluia!

  • Marcio

    Uma parte da sociedade representa 99% dela senhora Bol, vê se não cai na complacência.

  • Leandro

    Concordo plenamente deixem as crianças serem crianças, não envolvam nessa podreira, juntamente com esses atores que fazem de tudo por dinheiro, incentivam o tráfico, crianças armadas, malandragem, inclusive com Fátima Bernardes e rede globo recebendo dinheiro do BNDES, nas propagandas da família JBS que vergonha.

  • Apolo

    Assisti “Os trapalhões”
    https://www.youtube.com/watch?v=6jVBLnwalXs
    antes de mais nada devemos observar que esse programa é um programa ” INFANTIL “.Certo?
    Seu conteúdo é visto por uma grande faixa de espectadores que não possuem TVs pagas.
    Vou resumir o programa de hoje (assistam). Branca de Neve esta em uma relação poligâmica, explorando os anões pelos diamantes. Já cansados de Branca de Neve envelhecida pelo tempo, os anões resolvem se separar dela. Já a “bruxa” linda e maravilhosa “amante dos anões” 21 “aconchegos” por noite que satisfaz cada um dos anões. Desprezada Branca resolve sair, porem pede uma maçã para a “bruxa” com Botox e se torna linda. Os anões então propõem que Branca fique e a “BRUXA” se torne parte da Su… . A “Bruxa” então propõem a Branca delas morarem juntas que Branca iria conhecer as mágicas que ela pode fazer. Os anões que iriam ficar na “mão” então usam um aplicativo para contratarem????? …. .
    Outra, Branca “Baranca”, deixa seu visual de cabelo afro para Branca de “Nova”, a referencia a anões e outras coisitas mais.
    Antigo os Trapalhões, o personagem Didi, incorpora a imagem do malandro, ou seja; sem compromisso, despreparado, enganador, sempre aprontando com os amigos, sempre se dando bem, sempre conseguindo dinheiro com apostas, sempre conseguindo mulheres lindas, morando em uma casa luxuosa sem trabalhar, e nunca crescendo – Peter Pan. No final do programa mostram as armações e erros, mostrando que o Didi e seu criador Renato Aragão são a mesma pessoa.Tentem me convencer que esse é um programa infantil, que não é pornográfico. Então é de modo “inocente” como nos Trapalhões ou no modo escancarado como Ivan, que se tentam corromper a mente de nossas crianças e adolescentes.

  • Apolo

    Parabéns professora.

  • A professora está certíssima e “parabéns” pra ela!
    Escola existe pra ensinar a garotada a viver e não a prostituir-se imitando as aberrações empurradas pela Globo.
    Rede Globo aliás, que deveria ter cassada a concessão de operação em todo o Brasil pelo muito que deseduca, vicia e desinforma.

  • Vai tomar no cu seus formadores de opinião parabéns professora

  • Lih

    Criança nem devia estar assistindo esse tipo de “coisa”. Chega ser depressivo essas novelas da globo.

  • Benedito Pereira

    Censura não, BOM SENSO é a palavra certa…

  • Joab

    Todo mundo que comentou aí embaixo ia “virar a casaca” se tivesse de fazer uma redação dessas, então…

    Tamo bem de boiola e sapata enrustidos 😀

  • Leleca

    Viva a família e abaixo a loucura!

  • joão

    Engraçado, existe um lado politicamente correto nessa história que vem sendo defendida, que mais parece algo imposto goela abaixo. Não é possível, que tanta gente pense e defenda comportamentos e padrões, e a grande mídia continue a defender justamente o contrário.

  • Parabéns para a Professora, tem meu apoio. Globo lixo!!!

  • Léo Ramiro

    Tô com a professora e não abro! Tem q parabenizá-la por essa brava atitude de ir contra essa porca ditadura do politicamente correto é dessa imposição do gayzismo na tenra idade!

  • MARCIO

    kkkkk só deu eles na cabeça, ninguém apoiando esse texto do bol. ESTAMOS COM VC PROFESSORA

  • Reinaldo

    Como podemos dar Parabéns a essa Professora?
    Fez muito bem!!!

  • Bruno

    Parabéns a essa professora! E vamos parar com essa moda desgraçada de incentivar as crianças a serem gays! Bol já chega! Deve ter algum bixa que adora editar essas porcarias ai na redação.

  • Leonardo

    Todos estão a favor da professora por não deixar os alunos abordarem a história do Ivan, mas poder abordar a história da Bibi que é casada com um bandido? Faça-me o favor..kkkkkkkkkkkkk…quanta idiotice nesses comentários e quanta hipocrisia…é só rindo desse Brasil imbecil mesmo. É por essas e outras que somos e sempre seremos terceiro mundo.

    • Vitor Silva

      Meu amigo, aquele é uma escola CATÓLICA… os incomodados que se retirem… e quanto à escrever sobre Bibi: foi justamente para discutirem a opção ERRADA dela… e se a professora começasse a dissertar sobre a opção ERRADA dA personagem? Aposto que a tropa dos “politicamente corretos” (ô câncer atual) ia cair fora… e sim: prefiro se do terceiro mundo e ter meus princípios…

      • Leonardo

        O único câncer atual são pessoas que pensam de forma limitada como vc. Pessoas que não enxergam um palmo na frente e não tem visão de mundo. Acham que estão vivendo ou que sempre viveram nos moldes de uma família tradicional que nunca, note bem NUNCA existiu. Mas isso é uma discussão pra outra hora. Só gostaria de entender o que seria princípios quando alguém diz algo sobre isso…kkkkkkkkk….pq é cômico

        • raul

          Perfeito Leonardo! Parabéns pelo seu comentário! Estou com vc….

    • Carmo

      Essa professora devia e tomar umas porradas, vagabunda, com tanta coisa boa para ensinar para nossas crianças. Melhor ser terceiro mundo do que o lixo que sao os paízes de primeiro mundo. Regime Militar, vivi e apoio. Saudades daquela época.

    • Sem Nome

      Vdd, só pq é um casal hétero a historia pode ser contada na tal escola, mesmo sendo um casal de traficantes…. quanta idiotice! essa professora deve ser uma frustada quanto a maioria desses que aqui expressa seu apoio, no fundo no fundo aqui tem vários Ivan’s e Ivana’s.

    • Jana

      Concordo totalmente com vc, Leonardo! A escola “católica” proíbe falar sobre transgênero mas incentiva falar sobre a mulher de bandido?!?!?! Valores invertidos! Pobres de nossas crianças!

    • Cristina

      Disse tudo…

    • Concordo contigo Leonardo, em gênero, número e grau. Finalmente, você é a única pessoa fazendo um comentário inteligente nesta coluna. De todos os outros, eu somente li MERDA. Teve um imbecil logo ali em cima por exemplo que criticou a suposta não utilização de autores escritores e poetas modernistas como Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade etc. Entretanto, não há reflexão que as abordagens de reflexão de acontecimentos, narrativas e circunstâncias da vida psico-social humana deve seguir uma linha evolutiva constante. Quando no final do século XIX Aluízio Azevedo escreveu “O Cortiço”/”O Mulato”, tais obras prosa naturalistas chocaram a sociedade brasileira, como hoje choca, narrativas de gênero dramático ou de gênero narrativo mesmo, abordarem temas tão polêmicos como homossexualidade e transexualidade. E dizer que escola não é lugar de falar sobre sexo, é, no mínimo, somente para pessoas totalmente DÉBIL MENTAIS, como inclusive o débil mental retardado desprovido de cérebro do doutor Jair Bolsonaro, que um monte de macacos anencéfalos brasileiros estão dizendo com convicção que irão votar nele no próximo ano. O homem brasileiro é hipócrita, nojento, super preconceituoso, 800% preconceituoso e machista, mau caráter, imbecil, racista, desonesto, cínico e malandro!

    • Concordo contigo Leonardo, em gênero, número e grau. Finalmente, você é a única pessoa fazendo um comentário inteligente nesta coluna. De todos os outros, eu somente li MERDA. Teve um imbecil logo ali em cima por exemplo que criticou a suposta não utilização de autores escritores e poetas modernistas como Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade etc. Entretanto, não há reflexão que as abordagens de reflexão de acontecimentos, narrativas e circunstâncias da vida psico-social humana deve seguir uma linha evolutiva constante. Quando no final do século XIX Aluízio Azevedo escreveu “O Cortiço”/”O Mulato”, tais obras prosa naturalistas chocaram a sociedade brasileira, como hoje choca, narrativas de gênero dramático ou de gênero narrativo mesmo, abordarem temas tão polêmicos como homossexualidade e transexualidade. E dizer que escola não é lugar de falar sobre sexo, é, no mínimo, somente para pessoas totalmente DÉBIL MENTAIS, como inclusive o débil mental retardado desprovido de cérebro do doutor Jair Bolsonaro, que um monte de macacos anencéfalos brasileiros estão dizendo com convicção que irão votar nele no próximo ano. O homem brasileiro é hipócrita, nojento, super preconceituoso, 800% preconceituoso e machista, mau caráter, imbecil, racista, desonesto, cínico e malandro!

  • Marcos

    Excelente decisão, parabéns para professora..já basta o lixo da globo para destruir a família brasileira…

  • Duda

    Excelente medida. Não podemos deixar a mídia manipular como bem entende nossos jovens. Parabéns a essa professora !

  • marcos

    parabéns professora, escola não é local para discutir novela, e essa porcaria de globo de bobos,

  • NIlson

    Parabéns Professora……Precisamos preservar a instituição chamada Família… Meu filho veem algumas coisas que não consigo explicar a ele.E alguns não respeita o fato de eu não esta de acordo com isso.O fato de eu não esta de acordo com isso é um direito meu que as pessoas devem respeitar….. Todos tem direito ao este respeito até quem não concorda tem seus direitos..

    Chega de globo

  • Irineu

    Essa professora mesmo sem a penetração midiática da Rede Engodo, conseguiu repercutir o anseio da necessidade da moralidade nacional, fez o contra ponto do que queremos. Uma minoria poderosa nos quer fazer engolir uma aberração… Parabéns, isso é que é uma Professora com “P” Maiúsculo…

  • Rodolfo

    Parabéns para professora, merecia um prêmio!!!

  • Como faz pra APLAUDIR 500.000 vezes essa espetacular professora?

  • Lili

    Ainda bem que nao assisto essas novelas. Hj em dia acabaram com o encanto, com a fantasia bem como com o entretenimento. Já não basta esses noticiarios sensacionalistas e repetitivo agora pelo que falam e leio as novelas tb estão assim. Apresentam conteudos fortes e divertimento que é bom não tem.

  • Alexandre

    Depois da opinião pública rejeitar a imposição da minoria déspota,só resta ao bol retirar os comentários, não adianta nos taxarem de ultrapassados, nós pensamos, não somos crianças que vocês doutrinam, depois da resposta americana elegendo o Tramp, nos aguardem nas eleiçães.

  • Alexandre

    O império da Globo está ruindo, apoiaram a ditadura e o pt, não tem lado, apenas o próprio bolso, com o fim certo do apoio estatal e o advento das mídias sociais, o povo tem agora voz, apenas leiam os comentários.

  • Lili

    Hj em dia acabou o encanto a fantasia a inocência das novelas. Acabou o entretenimento. Por isso nao assisto mais novelas. Sou mais um sportv um telecine uma tela quente. Nem os programas valem mais a pena sentar no sofá. É hj em dia esta dificil chegar em casa e sentar na frente da tv. Uma pena.

  • Carl

    Esse esgoto de rede, deveria ser alvo dos MPs Está destruindo o significado de FAMILIA. Está contra todos os principos da VIDA e sua formação; Vão pagar caro..

  • Lilia Alves

    Acabou a inocência das telenovelas. A diversão não existe mais. Uma pena. Por isso só me resta um bom fiĺme.

  • PAULO

    ESCOLA E PRA APRENDER PORTUGUES MATEMATICA NÃO PRA FALAR DE VIADAGEM CHEGA DE TENTAREM DESTRUIR O PRINCIPIO DA FAMILIA.. PARABENS A PROFESSORA

  • Pietro

    Deviam estimular os jovens a escrever sobre a influência da mídia na opinião , gostos e a vida das pessoas. Como a mídia cria e ordena padrões…
    Não me envolvo em assuntos polêmicos e assisto pouquíssima tv , mas realmente a rede globo tem sido a verdadeira #GloboLixo

    Fico a imaginar como será a sociedade daqui há 20 anos….

  • MÁRIO AUGUSTO LIMA VINHAS

    Isso é um absurdo! Abordar esse tema é uma das poucas coisas boas que eu acho nessa novela de merda. E porque pode falar da Bibi, que virou traficante? Que vá tomar no cu essa professora e vocês também conservadores de merda!

  • Rafilzk

    Conservadora? Sim, conservadora dos bons costumes. To com a profª! Midia brasileira = lixo.

  • Marcelo braulio Teixeira

    Não suporto a Rede Globo já faz anos que não assisto e não estou perdendo nada não gosto de nada da Rede Globo eles não mandam no mundo

  • samuca

    Certíssima a professora. Não tem que incentivar essa modinha, mesmo, preconceitos à parte, está dando nojo em qualquer pessoa que tem discernimento acerca desse assunto que já virou coisa ruim.

  • Samuel

    A professora está correta.

  • Semírames Paes

    Parabéns! Fora os ensinamentos nefastos da Rede Globo.

  • fran

    tanta coisa pra ensinar porque tem que essas coisas, na escola se aprende sobre coisa util e não isso a professora ta mais que certa.

  • Francisco Junior

    O “Bol” e da globo gente, essa emissora que dissemina essa podridão do pais.Parabéns a essa professora por impedir essa redação e fazendo isso ela está contribuindo para que o Brasil seja melhor

  • anônimo

    eu acho que a professora está muito errada, hoje em dia, muitas coisas são liberadas, infelizmente, ela não tem a mente aberta! Decepção total, professora!

  • Sergio Augusto Barizon

    Se trata de algo muito serio todo este questionamento, pois vejo que os valores estão invertidos, imagina se passássemos a ter esta visão medíocre destes “artista liberais, principalmente da Rede Globo”, aonde tudo é visto como arte e então se nos deparássemos com uma pessoa em situação de rua estando esta nua e se masturbando, e ao ser abordada esta declarasse ser artista de rua e a sua ação ali se tratava de ARTE DE RUA aonde estava expressando sua vontade primitiva, lembrando que tal situação hipotética pra mim mais patética fosse em frente a residência de um desses hipócritas, ELES CHAMARIAM A POLICIA OU DEIXARIAM A ARTE FLUIR? Apoio totalmente a professora, vamos largar mão de sermos hipócritas e levianos

  • Brito

    Discordo plenamente dessa professora, se o tema Supla citado corresponde ao assunto, o que tem então abordar o que trouxe o tema a pauta, no entanto sou cético quanto a esse tema, e acredito que nem deveria ser debatido em uma sala de aula, isso cabe a família decidir como é quando explicar do que se trata. A tv e a mídia tenta normalizar isso a todo custo. Como se fosse a mais normal situação do mundo!

  • HUMBERTO

    PARABÉNS PROFESSORA, ISSO TA VIRANDO MODINHA (TRANS), PARABÉNS, UM BANDO DE HIPOCRÍTAS
    QUANDO ISSO ACONTECE NAS CASAS DESSES DEFENSORES FERRENHOS, DÚVIDO QUE ENCARAM COMO ELES FALAM.

  • Chirlei

    Nenhum personagem dessa novela deve ser tema de redação.Sugiro um tema : Estamos ficando sem água! O que fazer?
    Ou : Protestar é a solução?

  • A professora está correta, tem mais que proibir mesmo, mas errou a meu ver tratar de assunto de novela na escola, lá é local pra aprender e não desaprender!!!
    Já que o assunto é novela… Dizer que está “grávido”…tem a santa paciência heimmm…. É uma VERGONHA para nós HHHHomens e acredito ser até para as MMMulheres.

  • Bruno

    Parabéns Professora. Agora até a “Bol” entrando neste lixo

  • Obs:Ele é ela.kkkk

  • Tanta coisa importante para comentar, vão comentar de uma babaquice destas. As novelas da globo só pregam prostituição, orgias, nada de bom para se aprender e ainda querem levar para as escolas, só me faltava esta. Parabéns professora , fala nada de novela não, nelas não se têm nada para aprender, pelo contrário.

  • Edinaldo Manoel do o Nascimento

    Parabéns para esta professora!!

  • Kleber Andrade

    Bom dia! Num manicômio os loucos acham que o médico é louco. É assim que parece estar a sociedade. Apoio esta professora e tenho certeza que muitas pessoas de bom senso tem a mesma opinião.

  • Osmar

    Parabéns a professora

  • Carmo

    É brincadeira, essa professora merece sim uma homenagem, pois nossas crianças nao merecem serem educadas para obdecer e respeitar as ideias que querem impor a nossa sociedade os lixo das midias do nosso País, em especial, Veja, Uol, e Globo.

  • Simone

    Parabéns professora.

  • MIN?S

    Não entendi???
    Onde está o problema???

  • Renata Caineli

    Concordo Leonardo! Essa gnt que vomita moralismo me dá preguiça! E, nunca seremos 1º mundo enquanto existir tanta gnt “pequena” habitando esse país chamado Brasil. O Brasil é bom, o que estraga são os brasileiros de pensamentos arcaicos, gnt chata, ignorante, hipócrita, de mente engessada.

  • r.mendes

    Parabéns aos professores que não apoiam esta babaquice desta porcaria de emissora.

  • Herbert Nascimento

    Parabéns à professora por essa iniciativa, porém não deveria aceitar falar da outra personagem. O Brasil está se devaneando nas liberdades. Temos que resgatar a essência da família, e não apoiar o que vem acontecendo.
    Cada um escolhe a forma que quer viver. Porém, não devemos insuflar a cabeça de nossas crianças com essas coisas como se fosse normal, pois não é. Devemos respeitar?? SIM, CLARO. Mas não incentivar, devemos deixar que cada um escolha no momento certo.
    A cada dia vemos barbáries acontecendo, exposições, teatros, todos voltados para a diferença. Não temos nada voltado para os princípios familiares. Falo isso com muita tristeza, pois os meios de comunicação procuram o que dá mais ibope, contenda, briga, divergência. Essa é a realidade.
    Talvez meu comentário não seja publicado, mas caso seja, vamos pensar em nossos filhos, famílias, base. Repito aqui, não estou contra as diferenças, respeito. Mas o nome já diz (diferença). Cada um siga a sua e não tente colocar na cabeça de uma criança que é o certo, sendo que ela vai descobrir ao desenvolver seu intelecto.

  • Renata Caineli

    Essa gnt que vomita moralismo me dá preguiça! E, nunca seremos 1º mundo enquanto existir tanta gnt “pequena” habitando esse país chamado Brasil. O Brasil é bom, o que estraga são os brasileiros de pensamentos arcaicos, gnt chata, ignorante, hipócrita, de mente engessada.

  • Leo

    Parabens professora, continue assim.

  • josé

    Ao invés de incentivarem tanto as pessoas que querem mudar de sexo, porque não param com essa mania idiota e começam a incentivar, divulgar e apoiar os costumes naturais do ser humano. Homem é homem e mulher é mulher e ponto final. Outra idiotice é que nós que defendemos o normal somos chamados de homofóbicos e mal visto pela mídia e os que defendem essa deturpação psicológica são tidos como os “politicamente corretos”. A Globo em todas suas novela e demais programinhas apoiam essa comédia pelo fato de a maioria de seus funcionários terem esses desvios. Se eu não posso ser contra o movimento dos transviados eles também não devem ser contra o movimento de quem nasceu homem e não quer mudar, oras.

  • Léo

    Seira interessante saber o que a criançada pensa de uma guria que resolver virar homem (ser gay é uma coisa, mudar de sexo é outra), toma hormônios masculinos e descobre grávida depois de um ano de ter transado…. kkkkkkkkkk

  • wilton

    parabéns professora!

  • Luis

    Parabéns para a professora!!!
    Essas novelas não nos trazem nada de bom, muito pelo contrário, apenas destroem os padrões famíliares.

  • Parabéns a professora, tem meu apoio.

  • WALITON KLIMAK

    ESTOU COM A PROFESSORA E OUTRA ESCOLA NAO E LUGAR PRA SE ENSINAR TRANSGENERO E SIM PORTUGUES MATEMATICA E OUTRAS MATERIAS NADA HAVER COM O QUE É ENSINADO NAO SE PODE USAR DENTRO DE SALA DE AULAS

  • Carlos

    Parabénnnnssssssss Profeta. Aproveite e ensine as crianças a não assistirem porcaria.

  • LEANDRO

    é bol … pensou que a maioria dos comentários iriam contra a atitude da professora né … isso que estamos vendo hoje é uma imoralidade pura q até as crianças e adolescentes querem atingir … acordem e vivam um realidade limpa e pura …. PROFESSORA CERTÍSSIMA !!!

  • Ricardo

    sou a favor da professora, e pra quem acha isso idiota e hipocrita, é mais idiota ainda, idiota ainda é usar qualquer assunto de novelas ridiculas e tendenciosas da globolixo para qualquer coisa na escola .Escola é lugar de aprender e não ficar discutindo novela

  • Sergio

    Já avisei bol, vocês estão com os dias contados. É melhor JAIR se acostumando

  • DAVI

    A PROFESSORA TÁ COM TODA RAZÃO ISSO NÃO É ASSUNTO PRA CRIANÇA FICAR DEBATENDO
    ORIENTAÇÃO SEXUAL TEM QUE VIM DA FAMÍLIA NÃO DE TERÇEIROS
    A GLOBO TÁ TRANSFORMANDO O PAIS EM UMA SODOMA E GOMORRA
    ELA TEM TOMAR VERGONHA NA CARA
    E PARAR DE IMPOR SUA IDEOLOGIA DE DESTRUIÇÃO DA FAMÍLIA TRADICIONAL

  • O Joao acertou em cheio realmente existe uma agenda global onde a mídia Brasileira esta alinhada com a internacional, para promoverem esta patifaria ,a professora esta correta em não querer que seus alunos abordem temas irrelevantes.

  • Eduardo Araujo

    A professora está correta! Se a proposta do trabalho escolar era e é ensinar algo para o bem dos alunos, o que esse personagem controverso, que apenas traz em seu bojo amargura e descontentamento com os pais e a própria vida tem para oferecer aos pequenos? A Ideologia de Gênero é um equivoco que só tem trazido confusão e ameaça a família tradicional (pai, mãe e filhos). Apoio incondicionalmente a atitude sábia da professora.

  • karine

    Por causa de pessoas como a maioria de vocês acontecem todos os dias o que aconteceu ontem com o personagem do Ivan,na novela…Isso é fato é realidade…Pessoas homofóbicas,preconceituosas…Falar da traficante,é lindo,falar da bandidagem é lindo,agora falar de trans,de gays ,lésbicas é censura .Me poupe gente hipócritas.

  • LEANDRO

    Parabens a professora.
    Nada que é imposto presta, principalmente qdo se trata de crianças.
    Estao querendo acabar com os valores familiares e religiosos, pois um povo sem base familiar e religião perde valores, povo sem valores é facil de ser manipulado.
    Opção sexual de cada um é algo para ser tratado em familia.

  • Nilson Silva

    Poxa, vou ter q parar de acessar o BOL, caraca, tá igual a GLOBO

  • A professora está corretíssima, se a escola é católica, deve seguir os seus preceitos, assim como se a escola fosse evangélica, budista, umbandista etc.

  • Rick Lou

    O pior de tudo, é abordar tema de uma rede de tv ridicula, com tanta coisa a ser abordada neste país. Creio que algo de extremo precisa ser feito.

  • Cristina

    Não falar sobre o assunto… Apenas faz com que o preconceito se perpetue… Os homossexuais sempre existiram na história da humanidade.

  • HEBER ALVES LEMES

    Como já foi dito: essa coisa toda, esse espetáculo midiático todo em volta do tema lança modismos, ponto. Tanta coisa mais urgente para ser discutida, como por exemplo nossa eterna crise política, nosso eterno subdesenvolvimento social, cultural, moral e econômico e ainda se perde tempo dando tanta importância a esse tipo de discussão. Veja, não estou dizendo que não deva ser discutido, mas que se discuta em rodas de amigos, num papo informal e não na escola que é lugar para desenvolvimento intelectual. A professora é a autoridade maior na sala de aula, portanto tem o direito de vetar o tema se, no seu entendimento, ele não trouxer benefícios aos seus alunos.

  • Cristina

    O mais absurdo nesses comentários moralistas é que todos nós vivemos e conversamos com pessoas que são homossexuais no nosso ambiente de trabalho, no local onde moramos, no local onde estudamos… em lugares onde somos atendidos… mas quando estão por trás de um computador, vem os falsos moralistas atacar uma pessoa que nada fez ou faz contra estes moralistas de plantão… Tenho certeza que se um dia precisarem de um transplante de um órgão, não se importariam com a condição sexual do doador… Esta hipocrisia quase sempre acaba em cima de uma cama de hospital…

  • vitória

    o que a juventude tem que fazer é ser consciente na hora de escolher nosso governantes, em vez de estar atras de novelas. é pensar em seus futuros, e principalmente na aposentadoria . fazerem um país melhor, pois o futuro da nossa nação infelizmente ira depender delas.

  • Donizeti

    Crianças da sexta série nem deveriam estar assistindo a esse lixo de novela. Parabéns à professora!

  • Concordo contigo Leonardo, em gênero, número e grau. Finalmente, você é a única pessoa fazendo um comentário inteligente nesta coluna. De todos os outros, eu somente li MERDA. Teve um imbecil logo ali em cima por exemplo que criticou a suposta não utilização de autores escritores e poetas modernistas como Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade etc. Entretanto, não há reflexão que as abordagens de reflexão de acontecimentos, narrativas e circunstâncias da vida psico-social humana deve seguir uma linha evolutiva constante. Quando no final do século XIX Aluízio Azevedo escreveu “O Cortiço”/”O Mulato”, tais obras prosa naturalistas chocaram a sociedade brasileira, como hoje choca, narrativas de gênero dramático ou de gênero narrativo mesmo, abordarem temas tão polêmicos como homossexualidade e transexualidade. E dizer que escola não é lugar de falar sobre sexo, é, no mínimo, somente para pessoas totalmente DÉBIL MENTAIS, como inclusive o débil mental retardado desprovido de cérebro do doutor Jair Bolsonaro, que um monte de macacos anencéfalos brasileiros estão dizendo com convicção que irão votar nele no próximo ano. O homem brasileiro é hipócrita, nojento, super preconceituoso, 800% preconceituoso e machista, mau caráter, imbecil, racista, desonesto, cínico e malandro!

  • Nossa cara, como você é DEBIL MENTAL! Macaco anencéfalo!

  • Meu Deus! Quanta gente DÉBIL MENTAL postando comentários aqui! Até parece que todas essas pessoas que, no fundo, se julgam melhores que os gays, transexuais e outros “libertinos” são pessoas melhores pelo simples fato de serem heterossexuais, monogâmicos na maioria das vezes, e conservadores! Nossa, quanta imbecilidade humana! Como é zero o nível de inteligência e evolução mental dos brasileiros! Um monte de gente cínica, super preconceituosa, maldosa, cheia de orgulho nocivo e crueldade!

  • Isac

    IMUNDICIES GERAIS SÓ MESMO NA REDE DE ESGOTO GLOBO DA TELEPERVERSÃO INFANTO-JUVENIL, VISANDO DESTRUIR AS FAMILIAS E TRANSFORMAR A TODOS EM FUTUROS ZUMBIS! BOICOTEM ESSA DEPRAVADA!

  • Frank

    Peraí, ela recomendou que os alunos falassem de tráfico nas redações, mas proibiu que falasse de transgênero? Não faz o menor sentido esse moralismo seletivo dela.

  • Claudio De Souza

    PARABÉNS PROFESSORA!!!!!!!, TEMOS SIM QUE ACABAR COM ESSA DISCUSSÃO SOBRE “”GÊNERO””, DEUS CRIOU HOMEM E MULHER – MACHO E FÊMEA, NADA MAIS….O RESTO É INVENÇÃO DA SOCIEDADE.

  • Isabella Martucheli

    que idiotice é redação com tema sobre personagem da novela da rede esgoto de televisão. Será que não há temas mais pertinentes para tratar? A sexualidade e transgênero são temas para crianças de 12 anos? Temas como preconceito geral, racismo, intolerância política, religiosa, desigualdade social, dentre outros não são mais pertinentes?