Polícia prende dezenas de homens em sauna gay na Indonésia

bandeira lgbt
Bandeira LGBT (FOTO: Reprodução/Internet)

A Polícia da Indonésia prendeu dezenas de homens, incluindo estrangeiros, em uma batida dentro de uma sauna gay na capital Jacarta, neste domingo (08). Apesar de não ser considerada crime, o governo tem intensificado a repressão por parte das práticas homossexuais.

Segundo o porta-voz, Argo Yuwono, os detidos serão enquadrados na lei de pornografia local, assim como o proprietário e os funcionários do estabelecimento. A pena pode chegar até dez anos de prisão dos envolvidos.

Leia Mais:


Maurício do vôlei dá aula de homofobia nas redes sociais (de novo!)

Vídeo de Harry Styles supostamente excitado circula na web

Ser homossexual está cada vez mais difícil no país do sudoeste Asiático. As autoridades tem executado uma operação contra os LGBT’s, além da sua principal corte se mover para criminalizar a homossexualidade em todo o território, como já acontece na província de Aceh.

A Organização das Nações Unidas (ONU) reprovou a atitude do governo indonésio, e chegou a pedir que sejam revogadas as prisões das pessoas acusadas, simplesmente pelo fato de serem homossexuais. Com informações da Agência Associated Press.


DEIXE UMA RESPOSTA